Matérias em Destaque

Ficar doidão Ficar doidão Péricles Capanema  Franklin Martins não é um petista qualquer. Entre outras posições, foi alto funcionário das Organizações Globo e ministro de Lula (Comunicações). Na juventude,...

Leia mais...

Marina Silva, adolescente, defendeu-se com arma de... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Marina Silva, adolescente, defendeu-se com arma de fogo; hoje, nega-nos esse mesmo direito. https://www.youtube.com/watch?v=CYfwvrSXA_M&feature=em-uploademail

Leia mais...

Despedida do Chefe da Junta de Chefes de Estado-Maior... Texto para profunda reflexão: discurso de passagem para a reserva do General Joseph F. Dunford Jr., Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos. Postado originalmente pelo Cel Marco Balbi. Tradução:...

Leia mais...

CINZAS QUE CHORAM Paulo Roberto Campos - ABIM 2 de setembro de 2018 — mais um dia trágico de nossa História! Um incêndio muito simbólico reduziu a cinzas o Palácio de São Cristóvão, na Quinta da Boa Vista....

Leia mais...

Campanha presidencial do PSDB/Centrão na TV mostrar-se-á,... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Campanha presidencial do PSDB/Centrão na TV mostrar-se-á, de cara, torpemente desarmamentista https://www.youtube.com/watch?v=FZulrRvsels&feature=em-uploademail  

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

China: em sagração novo bispo renuncia ao regime e “desaparece”

Publicado em: 04-08-2012 | Por: bidueira | Em: Perseguição religiosa

0

D. Thaddeus Ma Daqin “desapareceu” logo após sagração

A sagração do novo bispo auxiliar de Xangai, combinada entre o governo comunista chinês e a Santa Sé, teve um desfecho inesperado., noticiou “La Vie”.

Na hora da sagração o agora novo bispo Dom Thaddeus Ma Daqin, recusou a imposição das mãos de Dom Zhan Silu, bispo “oficial” de Mindong não reconhecido por Roma e afiliado à ditadura anticristã. Também se recusou a receber a comunhão desse bispo ilegal.

Em sua homilia, Dom Thaddeus, que era membro do Comitê Nacional da Associação Patriótica, disse: “Eu acredito que não convém continuar servindo a Associação Patriótica”.

O povo aplaudiu vivamente a declaração e verteu torrentes de lágrimas diante de uma coragem que há muito os líderes da Igreja não exibem.

D. Ma Jaqin não podia ignorar o preço de sua atitude: ele “desapareceu” após a cerimônia.

http://www.ipco.org.br/home/noticias/china-em-sagracao-novo-bispo-renuncia-ao-regime-e-%E2%80%9Cdesaparece%E2%80%9D

O regime alega que “foi repousar porque sofria de esgotamento físico e moral” no seminário da cidade. Mas, o sofisma faz pensar em alguma forma de intimidação psicológica ou até prisão.

Em Hong Kong, as autoridades eclesiásticas julgam que ele está prisioneiro de fato

Deixe um Comentário!