Matérias em Destaque

Idoso defende o lar e repele roubo. Enquanto isso,... PLD em foco Cel. Pes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=OP81V6lfdCQ

Leia mais...

Entram em vigor (ou não!?) novos decretos regulamentadores... Pela Legitima Defesa em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.pelalegitimadefesa.org.br/npld/

Leia mais...

Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne:... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=hQLuF6YRL4I Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne: é o mecanismo de anulação do Executivo em ação

Leia mais...

PÚSTULAS DILETAS  "...Salvador Allende implantou enérgico programa de comunistização do Chile sem recorrer a legislação nova. Com base em legislação de governos burgueses, “los resquicios legales”, pôde impor...

Leia mais...

0:14 / 6:31 Assembleia Legislativa fluminense rejeita... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta ??Assembleia Legislativa fluminense rejeita emenda constitucional que permitiria ind??stria de armas https://www.youtube.com/watch?v=VIAWCHlTPRI

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

Elei????es presidenciais: Am??rica Latina dentro dos Estados Unidos

Publicado em: 25-09-2012 | Por: bidueira | Em: Pol??tica Internacional

0

Elei????es presidenciais: Am??rica Latina dentro dos Estados Unidos
??
Destaque Internacional
??
Embora a maioria dos votantes hispanos se interesse mais por problemas econ??micos e de imigra????o, uma minoria ativa considera relevante o tema da pol??tica externa norte-americana com rela????o ?? Am??rica Latina, e continua pensando que a pol??tica de Obama para esta regi??o foi um desastre para a causa da liberdade
??
1. ???Nas pr??ximas elei????es, os votantes latinos t??m o poder de exercer mais influ??ncia, de ser o fator decisivo em maior n??mero de contendas pol??ticas e de emitir mais votos do que nunca antes???, acaba de assinalar Javier Palomarez, presidente e diretor executivo da C??mara de Com??rcio Hispana dos Estados Unidos. Essa afirma????o est?? longe de constituir um exagero se se considera que nos Estados Unidos, de um total de 308,7 milh??es de habitantes, 50,5 milh??es s??o de origem hispana ou latina, representando 16% da popula????o. O n??mero de votantes hisp??nicos registrados para as pr??ximas elei????es ?? de 14 milh??es e representa 11% dos eleitores. Desses 11% de eleitores hisp??nicos, 57% se inclina pela f??rmula democrata, encabe??ada por Barack Obama, 28% prefere a f??rmula republicana, encabe??ada por Mitt Romney e 15% se mant??m indeciso, segundo pesquisa realizada pelos canais Telemundo e NBC.
??
2. S??o tr??s os Estados nos quais a presen??a hisp??nica ?? especialmente decisiva: Florida, Nevada e Colorado. E pelo fato de que at?? o momento n??o exista uma diferen??a substancial de potenciais votantes do candidato democrata e do candidato republicano, esses votantes hisp??nicos constituem uma minoria que pode ser especialmente decisiva no resultado eleitoral.
??
3. Outra constata????o que dentro de um quadro disputado n??o pode ser subestimada: embora a maioria dos votantes hisp??nicos se interesse mais pelos problemas econ??micos e de imigra????o, uma minoria bastante ativa considera relevante o tema da pol??tica externa norte-americana com rela????o ?? Am??rica Latina, e continua pensando que a pol??tica de Obama para esta regi??o foi um desastre para a causa da liberdade. Dessa minoria mais ideologizada de hisp??nicos, que se op??e ?? pol??tica de concess??es de Obama para com Ch??vez e os Castro, pode depender ent??o o resultado eleitoral no caso em que, como se disse, as inten????es de voto continuem parecidas entre ambos os candidatos presidenciais.
??
4. Aqui entra em cheio o papel dos cidad??os norte-americanos de origem cubana, venezuelana, colombiana, argentina, equatoriana, hondurenha, salvadorenha, nicarag??ense, etc., que de uma maneira ou de outra sofreram ou sofrem, direta ou indiretamente, os efeitos chavista e castrista em seus respectivos pa??ses.
??
5. As considera????es anteriores, a respeito da influ??ncia decisiva da minoria de hisp??nicos mais politizada, n??o constituem um mero c??lculo no ar, sen??o que t??m fundamento na realidade, especialmente no que se refere ao estado da Fl??rida. E a atual preocupa????o da equipe do presidente e candidato Obama se justifica pelo hist??rico decisivo que a Fl??rida teve em v??rias elei????es.
??
6. No ano de 2000, poucos meses antes das elei????es presidenciais, o presidente Clinton enviou de volta ?? Cuba, seguindo sua pol??tica exterior concessiva, o balseirinho Eli??n Gonz??lez. Os Estados Unidos se estremeceram com a brutalidade do gesto presidencial e o epicentro desse estremecimento foi a Fl??rida, onde reside mais de um milh??o de cubano-americanos. As elei????es nacionais realizadas pouco depois se definiram precisamente na Fl??rida. O candidato democrata, Al Gore, perdeu por umas poucas centenas de votos de diferen??a, obtidos em distritos cubano-americanos, entre o ent??o candidato George Bush que obteve dessa maneira seu primeiro mandato. O pr??prio Clinton reconheceu que o caso do balseirinho Eli??n Gonz??lez foi decisivo para esta derrota democrata. Em 2004, para o resultado das elei????es presidenciais que favoreceram o candidato republicano, foi decisivo o estado da Fl??rida, embora nessa ocasi??o a diferen??a em seu favor tenha sido bastante folgada, com uma margem de 381 mil votos. Nestas elei????es de 2012, os obamistas reconhecem que a Fl??rida uma vez mais ser?? decisiva.
??
7. Nestas elei????es presidenciais n??o est??o em jogo somente os debates sobre a economia e a imigra????o, cuja import??ncia obviamente n??o se desmerece, mas tamb??m existem temas ideol??gicos subjacentes que preocupam um setor do eleitorado mais reduzido, por??m influente. Essa minoria percebe a import??ncia de que os Estados Unidos tenham uma pol??tica externa articulada com rela????o ?? Am??rica Latina: frear as esquerdas regionais, porque disso depende em boa medida o futuro dos pr??prios Estados Unidos. Nesse sentido, a comunidade cubano-americana da Fl??rida tem, novamente, uma enorme responsabilidade hist??rica diante dos Estados Unidos, de Cuba e da Am??rica Latina. Responsabilidade hist??rica, hoje compartilhada pelas comunidades de outros rec??m nomeados que sofreram e sofrem nas m??os de governantes de esquerda.
??
8. Esses cubano-americanos e latinos, votantes da Fl??rida e de outros estados com fortes contingentes hisp??nicos, t??m que fazer todos os esfor??os eleitorais que estejam em suas m??os para evitar uma vit??ria de Obama. Isso constituir?? uma ajuda decisiva ao pa??s que os acolheu e, no caso dos cubano-americanos, trata-se tamb??m de uma obriga????o moral com rela????o ?? causa da liberdade em Cuba.
??
9. As pr??ximas elei????es presidenciais norte-americanas cont??m um paradoxo no que diz respeito aos votantes de origem hispano-americana. Durante d??cadas, os sucessivos candidatos presidenciais norte-americanos, e os respectivos governos de todas as tend??ncias, salvo as honrosas exce????es, ignoraram a Am??rica Latina. De repente, os atuais candidatos presidenciais abrem seus olhos e percebem que o continente ignorado entrou nos pr??prios Estados Unidos. E o fez de uma maneira tal, que os votantes de origem latina podem ter esse papel eleitoral decisivo.
??
10. N??o somente o futuro dos Estados Unidos, sen??o o das Am??ricas, passa ent??o a depender, em boa medida, dos votantes de origem hisp??nica e para onde estes inclinem a balan??a dessa grande na????o. Finalmente, ?? interessante se perguntar em que medida determinados temas religiosos e morais levantados pelos ativos movimentos pr??-vida, que est??o suscitando interessantes debates em setores do p??blico dos Estados Unidos, poder??o tamb??m influir na vota????o desse contingente hisp??nico-latino dos Estados Unidos.
??
Editorial anterior sobre o tema:
??
Estados Unidos: elei????es presidenciais, Am??rica Latina e Cuba (Destaque Internacional, ano 14, n?? 363, 27 de agosto de 2012). (O exemplo mais desastroso da aposta obamista em prol dos pseudo-???moderados??? foi o apoio de Obama ao ent??o presidente Lula, do Brasil, a quem chegou a elogiar como um modelo de aliado confi??vel).
??
Destaque Internacional – Ano XIV – n?? 365 – 17 de setembro de 2012. Editorial interativo. Respons??vel: Javier Gonz??lez. S??o bem-vindas sugest??es, opini??es e cr??ticas. E-mail: destaque2016@gmail.com. O presente texto pode ser difundido livremente, inclusive sem citar a fonte.
??
Tradu????o: Gra??a Salgueiro

Convite para o lan??amento do Livro Psicose Ambientalista

Publicado em: 25-09-2012 | Por: bidueira | Em: Aquecimento Global, C??digo Florestal, DIREITO DE PROPRIEDADE, Psicoses ambientalistas, SITUA????O NACIONAL

0

N??o h?? d??vida de que o homem deve usar os recursos da natureza de maneira consciente. Mas nem sempre o faz. ?? justo, portanto, que ele seja advertido quando procede de modo irracional e predat??rio da natureza.

O respeito e o cuidado do ambiente em que o homem vive corresponde, pois, a uma justa no????o do que hoje se chama??ambientalismo.

Mas ao lado deste ambientalismo razo??vel, existe uma no????o exacerbada e irracional, que quer impor ao homem um estilo e condi????es de vida que o tornam escravo da natureza.

.Assim, em vez de o ambientalismo servir ao homem, o homem deve servir ao ambientalismo, ainda que com o sacrif??cio de suas necessidades mais elementares.

Nas ??pocas de grande confus??o como a que vivemos, as ideologias mals??s proliferam. Uma delas, com efeitos mais devastadores, ?? esse ambientalismo psic??tico, que quer conduzir o Brasil e o mundo para um verdadeiro??suic??dio coletivo.

.
Precisamente isso: suic??dio coletivo! Perigo tanto maior quando essa ideologia ?? propugnada por pessoas aparentemente sensatas, equilibradas e respons??veis.

Assunto, portanto, da maior relev??ncia. Foi o que levou o Instituto Plinio Corr??a de Oliveira a promover a edi????o do livro:

..
Psicose ambientalista ?????

Os bastidores do Eco-terrorismo para implantar uma religi??o ecol??gica, igualit??ria e anti crist??

Elaborado pela Comiss??o de Estudos Ambientais deste Instituto, sob a orienta????o de Dom Bertrand de Orleans e Bragan??a, Pr??ncipe Imperial do Brasil e descendente da Princesa Isabel, t??o benquista do povo brasileiro e ?? qual o Brasil tanto deve.

A tese geral que o??ambientalismo exacerbado??sustenta ?? que o meio ambiente estaria sendo degradado devido ?? a????o humana: nas cidades, as f??bricas poluem o ar; e no campo, os m??todos de cultivo agropecu??rio s??o predat??rios da natureza.

De tudo isso resultaria a eros??o do solo e o aquecimento da atmosfera ??? o famoso aquecimento global, que iria derreter geleiras, elevar o n??vel dos oceanos e submergir as cidades litor??neas. Um desastre global.

Analisando com serenidade de esp??rito e objetividade de argumenta????o as alega????es de partid??rios e advers??rios do ecologismo radical, o livro??Psicose ambientalista, que o Instituto Plinio Corr??a de Oliveira acaba de editar, pretende contribuir para que, na encruzilhada em que o Brasil hoje se encontra, os brasileiros saibam encontrar o caminho correto para realizar a miss??o grandiosa que Deus lhe conferiu, concedendo-lhe um rico e extenso territ??rio, de dimens??es continentais e, sobretudo, criando nele um povo afetivo, de esp??rito conciliador e contr??rio a toda forma de imperialismo em rela????o a seus vizinhos, irm??os na ra??a e na f??.

??Por isso voc?? n??o pode perder o lan??amento deste livro.

?? ??Na ocasi??o Dom Bertrand e uma equipe de intelectuais altamente preparados ir??o discorrer sobre o tema de modo que n??o fique nenhuma d??vida em rela????o ao ambientalismo.

Ap??s o Painel Dom Bertrand vai autografar os livros que estar??o dispon??veis no local.

N??o fique de fora deste evento.??

 


Ives Gandra denuncia amea??a do novo projeto de C??digo Penal

Publicado em: 24-09-2012 | Por: bidueira | Em: PLD em Foco

0

Em confer??ncia proferida para o IPCO – Instituto Plinio Corr??a de Oliveira, o Prof. Ives Gandra denuncia as amea??as contidas no novo Projeto de C??digo Penal e conclama a opini??o p??blica brasileira a reagir para salvar o nosso futuro.??Apresenta????o do Candidato a Vereador 25045 – PAES de LIRA

Lord Monckton ??? 3 : o ambientalismo n??o pensa no ambiente mas no marxismo

Publicado em: 17-09-2012 | Por: bidueira | Em: Aquecimento Global

0

Lord Monckton ??? 3 : o ambientalismo n??o pensa no ambiente mas no marxismo

Posted: 16 Sep 2012 12:30 AM PDT

Lord Monckton: ambientalismo n??o pensa no ambiente
mas no neo-marxismo

Continua????o do post anterior

Catolicismo ??? Obviamente, o movimento ambientalista n??o cuida apenas do ambiente. Que ideologias ou doutrinas est??o por detr??s dele?

Lord Monckton ??? Ele absolutamente n??o tem mais nada a ver com o ambiente. Os ambientalistas n??o passam de melancias: verdes por fora e vermelhas por dentro.

Eu tamb??m os chamo de tend??ncia de sem??foro: verdes muito amarelinhos de medo de admitir que s??o realmente vermelhos.

Pode-se talvez pensar que isto seja mera ret??rica, mas conheci um dos fundadores do Greenpeace, o falecido Eric Ellington, a pessoa menos inclinada ?? pol??tica que se poderia conhecer.

Sua preocupa????o genu??na era de que ningu??m bagun??asse o planeta, e ele e seus amigos co-fundadores tinham no????es mais bem idealistas sobre o objetivo que desejavam obter.

Ele me disse que ap??s um ou dois anos todos tiveram de sair porque n??o eram pol??ticos.

Quando os marxistas entraram e, em suas palavras, ???tomaram o movimento???, eles n??o foram capazes de det??-los por n??o saberem como. Eles n??o eram pol??ticos. Assim, politicamente, a extrema esquerda ???passou a perna??? neles.

Catolicismo ??? Ent??o o Greenpeace foi sequestrado…

Lord Monckton ??? Sim, sim, o Greenpeace foi completamente dominado pelos marxistas e tem sido conduzido por eles desde ent??o.

Analogamente, muitas das outras organiza????es ambientalistas s??o dirigidas por pessoas da extrema esquerda.

Assim, ?? claro que existe interesse ideol??gico, e h?? tamb??m um tipo de estatismo, um desejo de que o Estado passe a dirigir tudo, o que naturalmente faz parte da filosofia da esquerda.

Mas h?? tamb??m um tipo de estatismo ego??sta entre burocratas e pol??ticos desejosos de se sentirem ??teis, de terem uma raz??o de existir e de impor tributos ??s pessoas at?? tirar o sangue.

Greenpeace ficou dominada por marxistas infiltrados

E o ambientalismo ?? para eles uma via m??gica de extrair grandes quantidades de dinheiro das na????es atrav??s de impostos de combust??veis f??sseis, com??rcio de carv??o, etc., etc., e existe o simples interesse financeiro da parte de muitas pessoas que est??o ficando franca e desordenadamente ricas gra??as a este medo.

Catolicismo ??? Mais ainda, poder-se-ia dizer que o movimento ambientalista d?? muitos sinais de ser uma nova religi??o. Gorbachev, por exemplo, disse que a Carta da Terra deve substituir os Dez Mandamentos como base da nossa sociedade. O senhor teria exemplos ou poderia comentar isso?

Lord Monckton ??? A ideia de que o ambientalismo possa ser uma religi??o cr??vel j?? demonstrou ser falsa pelo trenzinho assombrado do aquecimento global, em cujos vag??es os fan??ticos subiram e cujas rodas imediatamente come??aram a se soltar.

Agora todo mundo v?? que eles estavam errados. Portanto, por que estariam certos a respeito das outras coisas que dizem?

Essa abordagem ?? naturalmente um pouco il??gica, porque teoricamente eles poderiam estar errados numa coisa e certos em outra, mas acontece que eles t??m um hist??rico de serem errados, repetidamente errados.

Erraram, por exemplo, quanto ?? camada de oz??nio. Recentemente descobriu-se que o impacto dos carbonos de clorofluoro na fina camada estratosf??rica de oz??nio, que em alguma medida nos defende de raios nocivos do sol, foi dez vezes exagerado.

N??o se trata de um errinho qualquer, foi exagerado dez vezes.

Sem esse exagero, n??o haveria nem de fato h?? qualquer justifica????o para o Protocolo de Montreal, mas assim mesmo ele fecharia milhares de ind??strias perfeitamente respeit??veis do mundo inteiro que produzissem ou usassem os carbonos de clorofluoro.

Portanto, eles estavam errados. Errados tamb??m sobre o HIV, quando disseram que n??o se podia design??-la uma doen??a de notifica????o obrigat??ria.

Ningu??m devia ser examinado, e os que a tivessem contra??do n??o podiam ser isolados. O resultado foi que 33 milh??es de pessoas morreram, 33 milh??es est??o infectadas e v??o morrer, e ainda n??o h?? nenhum sinal de que esse movimento v?? parar.

Lord Monckton: esquerda se apossou do ambientalismo
Lord Monckton: esquerda se apossou do ambientalismo

Tudo porque a esquerda se apossou do problema desde o in??cio e errou o tiro completamente. Portanto, o hist??rico da esquerda ?? terr??vel.

Os esquerdistas erraram a prop??sito do aquecimento global. N??o houve nenhum aquecimento ao longo de pelo menos 15 ou 20 anos, absolutamente nenhum, apesar do registro do aumento de concentra????es de di??xido de carbono na atmosfera, e isso sugere que o aquecimento que deveria ter ocorrido ??? de qualquer forma teria sido relativamente pequeno ???, foi facilmente superado pelo esfriamento natural resultante de um decl??nio das atividades solares por volta de 1960, a partir de um pico de 10 mil anos.

Portanto, eles erraram novamente e agora est??o querendo prever que o ??ndice de aquecimento nos pr??ximos 100 anos ser?? tr??s vezes o que temos visto nos ??ltimos 60 anos, mas n??o h?? nenhuma base cient??fica para tamanho salto.

Assim como erraram t??o frequentemente no passado ??? e erraram diametralmente a respeito de tudo ???, deve-se levantar a quest??o de se, objetivamente falando, eles estejam mesmo fazendo algum esfor??o para obter a verdade cient??fica.

Em quest??es cient??ficas n??o ?? apropriado fazer o que faz a esquerda ou os ambientalistas, tomando na realidade uma posi????o pol??tica.

Religi??o ambientalista fracassou tentando manipular a ci??ncia,
diz Lord Monckton. Na foto: Rajendra Pachauri, diretor do IPCC

Pelo contr??rio, deve-se manter uma certa dist??ncia e ver o problema sem paix??o, para tentar resolv??-lo: ???H?? um problema? Qual ?? a sua gravidade? Como podemos descobri-lo????. E ainda que possamos fazer algo a respeito, compensa faz??-lo ou seria mais barato n??o fazer nada, posto que o problema n??o ?? t??o grande quanto dizem?

Portanto, essa quase-religi??o falhou precisamente por tentar instrumentalizar a ci??ncia.

A religi??o e a ci??ncia operam em campos diferentes. Ambas s??o orientadas na dire????o da verdade, mas ?? a religi??o que come??a, a priori, como dizem: existe um Criador, e o Big Bang come??ou porque assim foi o Seu des??gnio, seja por a????o direta ou por algum m??todo indireto; mas foi um evento n??o criado por n??s, de modo que podemos crer que o universo teve origem divina e n??o h?? ci??ncia alguma que prove que isto esteja errado.

Claro est?? que as leis da f??sica s?? entraram em vigor alguns mil??simos de segundo ap??s o Big Bang e, portanto, n??o temos como verificar por que o Big Bang aconteceu.

Assim, sem contrariar a ci??ncia, estamos no direito de acreditar que se tratou de uma a????o divina. N??o podemos provar que foi uma a????o divina, mas tampouco eles podem provar que n??o o foi. Nossas cren??as diferem.

N??o h?? futuro em tentar acreditar que ?? poss??vel provar cientificamente que certas coisas s??o falsas, como fazem os ambientalistas.

E como faziam muitos eruditos ??? James Lovelock at?? recentemente, Fritz Vahrenholt, Bjorn Lomborg e todos os que renunciaram suas antigas posi????es sobre o aquecimento global ???, porque sabem que o assunto foi inflado e que ?? in??til alardear sobre algo que a ci??ncia contradiz.

H?? 70 anos, um discurso de indel??vel mem??ria

Publicado em: 16-09-2012 | Por: bidueira | Em: Nova et Vetera

0

H?? 70 anos, um discurso de indel??vel mem??ria

http://agenciaboaimprensa.blogspot.com.br/2012/09/ha-70-anos-um-discurso-de-indelevel.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+AgnciaBoaImprensa+(AG%C3%8ANCIA+BOA+IMPRENSA)

??
O IV Congresso Eucar??stico Nacional ??? de 4 a 7 de setembro de 1942 ??? foi um marco na hist??ria do Catolicismo no Brasil??

No grandioso congresso Eucar??stico Nacional de 1942, observou-se um entusiasmo religioso ??mpar, fruto da vitalidade do Movimento Cat??lico em cuja lideran??a estava Plinio Corr??a de Oliveira. E desse evento guardam saudosa recorda????o todos os que a ele assistiram presenciando manifesta????es como a da foto acima e a do final. Sobretudo de seu encerramento, realizado no centro da capital paulista, no Vale do Anhangaba?? tomado por uma multid??o ??? mais de 500.000 pessoas, vindas de todo o Estado e de diversas partes do Brasil. Este n??mero, impressionante mesmo para nossos dias, o era incomparavelmente mais para a pequena cidade de S??o Paulo do in??cio da d??cada de 40, cuja popula????o n??o passava de 1.500.000 almas.??

Nesse brilhante encerramento, coube a??Plinio Corr??a de Oliveira??[foto]??fazer o discurso de sauda????o oficial ??s autoridades civis e militares. O p??blico entusiasmado ovacionou o orador, na ocasi??o Presidente da Junta Arquidiocesana da A????o Cat??lica.??

Ocupava a presid??ncia de honra desse evento o N??ncio Apost??lico e Legado Pontif??cio, D. Bento Aloisi Masella, tendo ?? sua direita o Interventor Federal Dr. Fernando Costa, representando o Presidente da Rep??blica. Presentes aproximadamente 60 Arcebispos e Bispos, numeroso clero, autoridades, representa????es de outros Estados e de alguns pa??ses da Am??rica do Sul.

A seguir alguns t??picos desse memor??vel discurso:

??


???No curso j?? quatro vezes secular da Hist??ria do Brasil, jamais se reuniu assembl??ia mais solene e ilustre que esta. No momento em que a vida nacional caminha para rumos definitivos, quis a Divina Provid??ncia reunir em pleno cora????o de S??o Paulo os elementos representativos de tudo quanto fomos e somos, de todas as gl??rias de nosso passado e de nossas melhores esperan??as para o futuro. […]

???Senhores, ?? hoje o dia 7 de setembro. A data ?? expressiva, e estou absolutamente certo de que um imenso clamor se levantar?? neste glorioso dia, transpondo os limites do Estado e do Pa??s, para notificar ao mundo inteiro que, como um s?? homem, o Brasil se ergue contra o imperialismo nazista pag??o que trama sua ru??na e parece ter chamado a si, exatamente como seu s??sia vermelho de Moscou, a diab??lica empreitada de destruir a Igreja em todo o mundo.

???Contra os inimigos da P??tria que estremecemos, e de Cristo que adoramos, os cat??licos brasileiros saber??o mostrar sempre uma invenc??vel resist??ncia. Loucos e temer??rios! Mais f??cil vos seria arrancar de nosso c??u o Cruzeiro do Sul, do que arrancar a soberania e a F?? a um povo fiel a Cristo, e que colocar?? sempre seu mais alto t??tulo de ufania em uma ades??o filialmente obediente e entusiasticamente vigorosa ?? C??tedra de S??o Pedro. […]

As montanhas do Brasil parecem convidar o homem ??s supremas afoitezas dos hero??smo crist??o

?????Talvez n??o fosse ousado afirmar que Deus colocou os povos de sua elei????o em panoramas adequados ?? realiza????o dos grandes destinos a que os chama. E n??o h?? quem, viajando por nosso Brasil, n??o experimente a confusa impress??o de que Deus destinou para teatro de grandes feitos este Pa??s, cujas montanhas tr??gicas e misteriosas penedias parecem convidar o homem ??s supremas afoitezas do hero??smo crist??o, cujas verdejantes plan??cies parecem querer inspirar o surto de novas escolas art??sticas e liter??rias, de novas formas e tipos de belezas, e na orla de cujo litoral os mares parecem cantar a gl??ria futura de um dos maiores povos da Terra.

“Os mares parecem cantar a gl??ria futura de um dos maiores povos da Terra”??

???Quando nosso poeta cantava que??nossa terra tem palmeiras onde canta o sabi??, e as aves que aqui gorjeiam n??o gorjeiam como l??’, percebeu, talvez confusamente, que a Provid??ncia depositou na natureza brasileira a promessa de um porvir igual ao dos maiores povos da Terra.

???E hoje, que o Brasil emerge de sua adolesc??ncia para a maturidade, e titubeia nas m??os da velha Europa o cetro da cultura crist?? que o totalitarismo quereria destruir, aos olhos de todos se patenteia que os pa??ses cat??licos da Am??rica s??o na realidade o grande celeiro da Igreja e da Civiliza????o, o terreno fecundo onde poder??o reflorir, com brilho maior do que nunca, as plantas que a barb??rie devasta no velho mundo. A Am??rica inteira ?? uma constela????o de povos irm??os. Nessa constela????o, in??til ?? dizer que as dimens??es materiais do Brasil s??o uma figura da magnitude de seu papel providencial.

* ?? ?? ?? ?? ??* ?? ?? ?? ?? ??*

???Tempo houve em que a Hist??ria do mundo se p??de intitular??‘Gesta Dei per Francos’. Dia vir?? em que se escrever????‘Gesta Dei per brasilienses’????? as a????es de Deus pelos brasileiros.

???A miss??o providencial do Brasil consiste em crescer dentro de suas pr??prias fronteiras, em desdobrar aqui os esplendores de uma civiliza????o genuinamente cat??lica, apost??lica, romana, e em iluminar amorosamente todo o mundo com o facho desta grande luz, que ser?? verdadeiramente o??‘lumen Christi’??que a Igreja irradia. Nossa ??ndole meiga e hospitaleira, a pluralidade das ra??as que aqui vivem em fraternal harmonia, o concurso providencial dos imigrantes que t??o intimamente se inseriram na vida nacional, e mais do que tudo as normas do Santo Evangelho, jamais far??o de nossos anseios de grandeza um pretexto para jacobinismos tacanhos, para racismos estultos, para imperialismos criminosos. Se algum dia o Brasil for grande, s??-lo-?? para bem do mundo inteiro.

???’Sejam entre v??s os que governam como os que obedecem’, diz o Redentor. O Brasil n??o ser?? grande pela conquista, mas pela F??; n??o ser?? rico pelo dinheiro tanto quanto pela generosidade. Realmente, se soubermos ser fi??is ?? Roma dos Papas, poder?? nossa cidade ser uma nova Jerusal??m, de beleza perfeita, honra, gl??ria e g??udio do mundo inteiro. […]

* ?? ?? ?? ?? ??* ?? ?? ?? ?? ??*??

???Em um Brasil imensamente rico, vereis florescer um povo imensamente rico, vereis florescer um povo imensamente grande, porque dele se poder?? dizer:

???Bem-aventurado este povo s??brio e desapegado, no esplendor embora de sua riqueza, porque dele ?? o reino dos C??us.

???Bem-aventurado este povo generoso e acolhedor, que ama a paz mais do que as riquezas, porque ele possui a Terra.

???Bem-aventurado este povo de cora????o sens??vel ao amor e ??s dores do Homem-Deus, ??s dores e ao amor de seu pr??ximo, porque nisto mesmo encontrar?? sua consola????o.

???Bem-aventurado este povo varonil e forte, intr??pido e corajoso, faminto e sedento das virtudes??heroicas??e totais, porque ser?? saciado em seu apetite de santidade e grandeza sobrenatural.????

???Bem-aventurado este povo misericordioso, porque ele alcan??ar?? miseric??rdia.

???Bem-aventurado este povo casto e limpo de cora????o, bem aventurada a inviol??vel pureza de suas fam??lias crist??s, porque ver?? a Deus.

???Bem-aventurado este povo pac??fico, de idealismo limpo de jacobismos e racismos, porque ser?? chamado filho de Deus.

???Bem-aventurado este povo que leva seu amor ?? Igreja a ponto de lutar e sofrer por ela, porque dele ?? o reino dos C??us???.
_________??
Transcrito de ???O Legion??rio??? de 7-9-1942 ??? ??rg??o oficioso da Arquidiocese de S??o Paulo. A ??ntegra desse memor??vel discurso encontra-se dispon??vel em:

http://www.pliniocorreadeoliveira.info/Disc_Congr_Eucar_42.htm


Novo C??digo: MST = terrorismo do bem

Publicado em: 14-09-2012 | Por: bidueira | Em: PLD em Foco

0

PLD em ??Foco ??- ??Uma s??rie amea??a paira sobre a cabe??a dos propriet??rios rurais e dos propriet??rios urbanos. No novo Projeto de reforma do C??digo Penal, se os invasores de terras o fazem com inten????es sociais, s??o terroristas do bem e n??o s??o pun??veis.??

Lord Monckton ??? 2 : alarmismo quer perda da raz??o para impor ditadura vermelha

Publicado em: 12-09-2012 | Por: bidueira | Em: Aquecimento Global

0

Lord Monckton ??? 2 : alarmismo quer perda da raz??o para impor ditadura vermelha

http://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com.br/2012/09/lord-monckton-2-alarmismo-quer-perda-da.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+VerdeACorNovaDoComunismo+(Verde:+a+cor+nova+do+comunismo)

Posted: 11 Sep 2012 10:30 PM PDT

Lord Monckton: alarmismo quer perda da raz??o
para fazer uma ditadura

Continua????o do post anterior

Catolicismo ??? O aquecimento global tem alguma base na ci??ncia?

Lord Monckton ??? Sim. Por exemplo, ?? verdade que se voc?? adicionar CO2 ?? atmosfera ele ir??, no simples espectro infravermelho, interferir com a radia????o que sai ?? superf??cie da Terra, a qual se encontra quase inteiramente no pr??ximo infravermelho, ou atinge seus ??pices no pr??ximo infravermelho, chegando muito pr??ximo da ??rea de absor????o do CO2.

Assim, se voc?? adicionar CO2 a uma atmosfera como a nossa, obter?? um aquecimento global.

E devemos agradecer a Deus por tal fato, pois do contr??rio este planeta estaria gelado.

E ?? gra??as ao fato de existir na atmosfera CO2, vapor d?????gua, um pouco de metano e outro tanto de ??xido de nitro e oz??nio, que somos um planeta quente, apesar de nossa grande dist??ncia do sol.

Portanto, se aumentarmos a concentra????o de di??xido de carbono, digamos, duplicando-o no pr??ximo s??culo e meio, o que ?? grosso modo o que acontecer?? independentemente do que eles est??o dizendo nessas confer??ncias, ent??o se poderia talvez esperar um grau Celsius de aquecimento global.

Isto ?? um problema?

N??o, porque a temperatura atual ?? de dois ou tr??s graus Celsius abaixo da m??dia dos ??ltimos 750 milh??es de anos (tanto quanto os cientistas conseguem ver, e ainda h?? incertezas).

Voc?? ?? jovem demais para lembrar-se, mas de modo geral, ela tem sido cerca de tr??s a quatro graus Celsius acima da temperatura de hoje, e s?? flutua a oito graus Celsius, ou 3% de cada lado na escala da temperatura m??dia, e no momento ainda estamos um pouco abaixo desta.

Portanto, caso ela subisse um ou mesmo dois ou tr??s graus Celsius, certamente n??o causaria muito dano.

Mas n??o creio que veremos esse excesso de calor. Creio que teremos uma duplica????o de um grau Celsius, o que n??o ocorrer?? antes de 150 anos, apesar de existirem outros gases estufa que dar??o alguma contribui????o.

Lord Monckton: derretimento da calota polar ??rtica nada tem de relevante
Lord Monckton: derretimento da calota polar ??rtica nada tem de relevante

Minha estimativa ?? que veremos no pr??ximo s??culo o aquecimento de apenas 1.2 grau Celsius, 1.5 no m??ximo, como resultado das atividades humanas.

Isto constitui um problema? Francamente, n??o.

Catolicismo ??? As calotas polares est??o derretendo? E a eleva????o do n??vel dos oceanos ?? resultado disso?

Lord Monckton ??? Este ?? um dos muitos pontos a cujo respeito eles gostam de agitar hist??rias assustadoras.

Os sat??lites come??aram a medir a extens??o do gelo mar??timo em ambos os polos em 1979. Houve um pico na extens??o deste gelo no s??culo passado. E no Polo Norte houve uma perda definida e muito consider??vel em torno de 10 a 15% naquele per??odo de 30 anos.

Mas isso foi provocado, n??o inteiramente, mas quase, por um crescimento do gelo mar??timo na Ant??rtica, de maneira que na realidade a massa global do gelo mar??timo n??o mudou muito nos ??ltimos 33 anos.

Houve um pequeno decl??nio nos ??ltimos anos, mas nada realmente de relevante, nada al??m do que poder??amos ver como uma varia????o natural do clima.

H?? duas grandes massas de gelo na Terra. Uma ?? a Ant??rtica, onde se encontram 90% do gelo do mundo, e a outra ?? a Groenl??ndia, com 5%.

Agora, a Ant??rtica tem esfriado nos ??ltimos 30 anos, desde que os sat??lites come??aram a supervisionar, e, portanto, verificou-se ali uma substancial acumula????o de gelo.

Na Groenl??ndia a hist??ria foi diferente. Nos 12 anos entre 1992 e 2003 houve um vis??vel crescimento de cerca de dois p??s [cerca de 61 cm] na m??dia total de espessura do gelo mar??timo, com exce????o das faixas da orla. E entre 2003 e em 2008, cerca de tr??s polegadas desse crescimento, ou seja, mais ou menos um quarto, voltou aos oceanos.

Polo Norte: derretimento de geleiras teria efeito planet??rio impercept??vel
Polo Norte: derretimento de geleiras teria efeito planet??rio pouco percept??vel

Um relat??rio de 2009 dizia que cerca de 273 bilh??es de toneladas tinham sido despejadas no mar desde 2003.

Fiz um c??lculo disso baseado no volume de gelo e de sua conhecida gravidade espec??fica, e verifiquei que aqueles 273 bilh??es de toneladas, mesmo que n??o fossem simples gelo voltando ao mar, que se tinham acumulado l?? na d??cada anterior, teriam apenas ocasionado uma eleva????o de 0.7 mm ao n??vel do mar.

Isso ilustra um ponto bastante interessante: o devido senso de propor????es que se deve manter ao considerar quest??es cient??ficas. 273 bilh??es de toneladas parecem muito, mas se as pessoas se derem conta de que se as derretermos e ratearmos nos vastos oceanos que cobrem 71% do planeta, na realidade n??o representam muito.

Meu objetivo principal tem sido fazer com que esse devido senso de propor????es retorne ao debate cient??fico e econ??mico sobre mudan??as clim??ticas.

N??o quero que se perca a idade da raz??o, o uso da raz??o, para chegar a conclus??es cient??ficas. Se perdermos isso, perderemos o Ocidente.

E se perdermos nossa capacidade de raciocinar, perderemos um dos tr??s grandes pilares, ou uma das grandes pot??ncias da alma, como s??o chamadas na teologia cat??lica tradicional.

De onde os tr??s poderes de Deus todo-poderoso: o poder criador, o poder conservador e o poder concorrente; os tr??s poderes da alma, a mem??ria, o entendimento e a vontade.

Lord Monckton: alarmismos e p??nicos
favorecem a perda da raz??o

O entendimento, o uso da raz??o ?? o que mais nos separa do resto da cria????o vis??vel e mais proximamente nos une a Deus.

Se perdermos o uso da raz??o, perderemos nossa humanidade e tamb??m nossa liga????o com Deus, duas perdas profundamente indesej??veis.

Catolicismo ??? Este ?? um ponto interessante. Ligado a isso, como os ambientalistas utilizam o medo para promover sua causa? Olhando para o movimento ambientalista, v??-se que h?? muito medo, ansiedade e trepida????o.

Segundo muitos de seus l??deres, caso n??o se fa??a algo, vai acontecer um apocalipse, etc. O senhor teria bons exemplos disso?

Lord Monckton ??? Bem, o medo tem sido usado desde os druidas, n??o ??? Caso se queira obter apoio para uma classe governante que n??o tenha outro pretexto, o medo ?? um m??todo muito bom para atrair grandes somas de dinheiro dos cidad??os do mundo.

Isso tem se dado ao longo da Hist??ria. E est?? sendo empreendido agora, desta feita pela esquerda sob a apar??ncia de movimento ambientalista.

Como ?? que eles conseguem fazer isso impunemente?

Eles o fazem porque o n??vel de educa????o cient??fica e racional tem sido em geral t??o abissalmente pobre, que conhe??o muitas escolas no meu Pa??s, o Reino Unido, com certeza no setor p??blico, que d??o cursos sobre como pensar.

Portanto, n??o se ensina ?? vasta maioria da popula????o a no????o de que o ???consenso??? a respeito do clima ou de qualquer outra coisa corresponde ?? fal??cia aristot??lica do argumentum ad populum, como os escol??sticos medievais a chamariam mais tarde, o argumento por contagem de cabe??a.

Bem, isso n??o ?? um argumento racional.

Simplesmente porque foi dito que existe um consenso a respeito de algo n??o significa que ele exista, e ainda que existisse, n??o significa que o assunto a cujo respeito se faz o consenso ?? verdadeiro. N??o significa nada.

E ent??o eles alegam: ???Oh, h?? um consenso dos especialistas!???

Bem, ent??o se entra em outra fal??cia aristot??lica l??gica que ?? o argumento de autoridade, o argumento de reputa????o ??? o argumentum ad verecundiam, em latim ???, que ?? tamb??m uma desgastada fal??cia l??gica.

E se as pessoas fossem devidamente instru??das na escola quanto ao devido uso da l??gica e da raz??o, ent??o o medo diminuiria muito, pois quem quisesse causar medo n??o teria ??xito, porquanto suas v??timas seriam treinadas para resistir exatamente a esse tipo de conversa fiada.

Voltamos ent??o a algo que se costumava outrora tentar instilar e que era uma educa????o voltada precisamente para premunir os alunos contra alegadas tentativas de classes governantes e de seus aliados de induzir ao p??nico simplesmente para dizer que o fariam desaparecer se lhes dessem dinheiro.

Continua no pr??ximo post

Lord Monckton ??? 1 : ???desenvolvimento sustent??vel??? ?? anti-desenvolvimento encapu??ado

Publicado em: 11-09-2012 | Por: bidueira | Em: Aquecimento Global

0

Lord Monckton ??? 1 : ???desenvolvimento sustent??vel??? ?? anti-desenvolvimento encapu??ado

http://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com.br/2012/09/lord-monckton-1-desenvolvimento.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+VerdeACorNovaDoComunismo+(Verde:+a+cor+nova+do+comunismo)

Posted: 09 Sep 2012 02:00 AM PDT

Lord Monckton: ???desenvolvimento sustent??vel??? ?? anti-desenvolvimento encapu??ado
Lord Monckton: ???desenvolvimento sustent??vel???
?? anti-desenvolvimento encapu??ado

Terceiro Visconde Monckton de Brenchley, Lord Christopher Monckton exp??e com base em verdades cient??ficas as fal??cias do movimento ambientalista, que usa do p??nico no chamado ???desenvolvimento sustent??vel??? para conduzir ao estatismo socialista

Ele ?? conselheiro-chefe de pol??tica do Instituto de Ci??ncias e Pol??ticas P??blicas de Londres. Escreveu para diversos jornais de Londres e foi conselheiro pol??tico da primeira-ministra Margaret Thatcher at?? 1986.

Hoje Lord Monckton dirige sua pr??pria empresa de consultoria, dando aconselhamento t??cnico a corpora????es e governos.

Nos ??ltimos anos, Lord Monckton tem figurado no notici??rio devido a suas den??ncias da fal??cio do ?? aquecimento global ??. Em fevereiro de 2007, ele publicou uma an??lise e um sum??rio do Quarto Relat??rio de Avalia????o do IPCC sobre mudan??a clim??tica.

Concedeu a presente entrevista durante a confer??ncia Rio+20.

* * *

Catolicismo ??? Quais s??o suas esperan??as e temores em rela????o ?? Confer??ncia Rio+20?

Lord Monckton ??? Minha principal dificuldade com essas confer??ncias ?? que na realidade estamos em presen??a de uma burocracia governamental predat??ria, gananciosa, que suga de novas maneiras os contribuintes.

Seus componentes pensavam ter descoberto a f??rmula m??gica com o aquecimento global, at?? constatarem que um pequeno grupo de cientistas, mas decidido, conseguiu demonstrar que eles tinham largamente exagerado.

E agora a vasta maioria da popula????o mundial ?? francamente c??tica quanto ??s alega????es extremas e absurdas de que o n??vel do mar subir?? at?? 20 p??s e a temperatura subir?? de 3?? Celsius nos pr??ximos 100 anos.

Ningu??m acredita mais nessas coisas como antes, e a ONU simplesmente mudou a abordagem de ???mudan??a clim??tica??? para o assim chamado ???desenvolvimento sustent??vel???, que ?? na pr??tica uma insustent??vel aus??ncia de desenvolvimento e a derrocada do capitalismo, embora a ONU espere que os capitalistas continuem pagando as contas dela.

Rio+20: h?? um segredo que visa um governo mundial
guiado por uma doutrina n??o confessada

A ONU ?? uma institui????o corrupta. Pela primeira vez nesta Confer??ncia, na s??rie de exposi????es a que tenho assistido, ela me registrou, e a outros como eu, como delegado oficial de organiza????o n??o-governamental, mas negou-nos acesso ?? sess??o plen??ria, bem como ?? ??ltima vers??o do texto das negocia????es.

Seus organizadores estavam visivelmente temerosos de que, se v??ssemos o que eles queriam fazer, ir??amos divulg??-lo, como o fizemos frequentemente e com muito sucesso no passado; e ent??o fizeram de tudo para evitar que n??s ou outros nos inteir??ssemos do que estava acontecendo.

Portanto, em que pese sua fachada de transpar??ncia, na realidade o que h?? ?? uma extrema impenetrabilidade e segredo.

Isso indica a exist??ncia de uma tentativa da ONU de se tornar efetivamente uma esp??cie de governo mundial.

Em maio do ano passado, Ban Ki-moon, seu secret??rio-geral, reuniu-se com os assessores para discutir meios de minar as soberanias nacionais, para que a ONU pudesse come??ar a exercer em maior escala uma soberania global com poder de governo. Este ?? o objetivo.

?? claro que a grande m??dia n??o vai falar disso, mas esta ?? a agenda da ONU, que ficou muito clara no projeto do Tratado de Copenhague de 15 de setembro de 2009.

O projeto fracassou. Mas no ano seguinte, em Canc??n, a ONU introduziu muitas medidas que haviam sido barradas em Copenhague, inclusive o estabelecimento de milhares de novas burocracias ??? n??o de burocratas, mas de burocracias ??? destinadas a constituir os n??cleos do que deveria efetivamente tornar-se um governo mundial.

A finalidade desse processo aqui ?? avan??ar aquele objetivo primordial. Agora, nas 182 p??ginas do projeto do Tratado de Copenhague, que era um projeto de governo mundial (e de fato, no tratado a palavra ???governo??? foi usada naquele contexto; n??o estou inventando, foram seus signat??rios que o afirmaram), em nenhum momento, nenhuma daquelas 182 p??ginas menciona democracia, urnas, elei????es ou votos.

O projeto era, e continua a ser, uma ditadura que se perpetua atrav??s da classe burocr??tica e governante. ?? isso o que mais temo.

A Confer??ncia de Copenhague tentou mas n??o conseguiu.
Por??m, o sonho ut??pico neo-marxista continua sendo acalentado

Catolicismo ??? Tornou-se famoso o seu desafio a Al Gore, feito h?? alguns anos atr??s, convidando-o para um debate p??blico sobre o aquecimento global provocado pelo homem. Houve algum desdobramento? O que aconteceu?

Lord Monckton ??? O desafio foi entregue pessoalmente, in vellum, na sua enorme mans??o em Tennessee (EUA), em mar??o de 2007.

Transcorreram desde ent??o mais de cinco anos. E ainda estamos esperando resposta. N??o admira que, transcorrido tanto tempo desde que fiz o desafio, eu esteja esperando sentado.

?? claro que Al Gore sabe perfeitamente que n??o ousaria debater este tema com ningu??m. Ele exige que nenhum jornalista ou participante em qualquer de suas reuni??es pergunte algo que n??o esteja previsto por escrito, porque necessariamente n??o saberia responder.

Ele fica apavorado com a ideia de um debate. Mas o desafio continua em aberto.

Como diz o ditado: ???Voc?? pode correr, mas n??o se esconder, e estou chegando para apanh??-lo!???.

Continua no pr??ximo post

Paes de Lira comenta chacina em Grenoble, na Fran??a

Publicado em: 09-09-2012 | Por: bidueira | Em: PLD em Foco, Sem categoria

0

PLD em Foco ?? – ?? ??Se fosse garantido o direito ?? leg??tima defesa daquela fam??lia e daquele transeunte, n??o seria poss??vel evitar esse massacre?

Em S??o Paulo fracassa, mais uma vez, a campanha do desarmamento.

www.celpaesdeliravereador.com.br

??

Arcebispo de Recife e Olinda volta ao Grito dos Exclu??dos

Publicado em: 08-09-2012 | Por: bidueira | Em: Esquerda cat??lica

0

Deus lo vult! – O esc??rnio redivivo: Dom Fernando Saburido VOLTA ao Grito dos Exclu??dos!??

http://www.deuslovult.org/2012/09/07/o-escarnio-redivivo-dom-fernando-saburido-volta-ao-grito-dos-excluidos/

??

O esc??rnio redivivo: Dom Fernando Saburido VOLTA ao Grito dos Exclu??dos!

Posted:??07 Sep 2012 12:17 PM PDT

??

H?? exatos dois anos, no dia 07 de setembro de 2010, a Arquidiocese de Olinda e Recife??protagonizava um esc??ndalo de dimens??es inauditas??quando o Arcebispo Metropolitano, Dom Fernando Saburido,??participou alegremente de uma caminhada ao lado de inimigos declarados da Igreja Cat??lica: comunistas, abortistas, gayzistas??et caterva.??Meninos, eu vi! Eu estava l??. Registrei as fotos que correram o mundo e redigi o texto ao qual fa??o refer??ncia hoje, dois anos depois:

Vale a pena perguntar:??o que o Arcebispo estava fazendo em uma caminhada onde se defendiam o comunismo, o aborto, o gayzismo, o uso de preservativos e tantas outras imoralidades???O que a Arquidiocese tem a ver com estes escarnecedores da Igreja, para dar-lhes apoio e aumentar-lhes o n??mero? E quanto ??s pessoas ??? havia tantas! ??? que, muito provavelmente sem saber do que se tratava o evento, fizeram-se presentes por conta da divulga????o feita pela Arquidiocese e pelas par??quias ??? e, l?? chegando, depararam-se com mulheres defendendo o aborto e travestis vestidos com as cores do arco-??ris? O que justifica este conluio prom??scuo entre os filhos da Igreja e os de Satan??s? Qual a raz??o do sil??ncio das autoridades eclesi??sticas sobre estas imoralidades e ??? pior ainda! ??? do apoio entusiasta a elas dado,??a partir do momento em que estavam todos ??? Arcebispo, padres, religiosos, leigos ??? ???caminhando e cantando e seguindo a can????o???, dan??ando e sorrindo lado a lado com inimigos declarados da Igreja Cat??lica?

No ano seguinte, 2011,??eu fui de novo.??Registrei aqui mais uma vez. Sua Excel??ncia n??o estava presente, mas a velha cantilena dos inimigos da Igreja e da Civiliza????o??era rigorosamente a mesma. Do que escrevi ano passado:

A faixa da foto acima ?? bem representativa do manifesto: eles n??o aceitam Deus, n??o querem o Messias. Querem construir tudo sozinhos, por suas pr??prias m??os. Na verdade,??Deus ?? o verdadeiro exclu??do??a priori??deste evento materialista ??? a faixa acima o diz com todas as letras! E, em um evento onde Deus n??o ?? bem-vindo, o que faziam os religiosos de Recife? Qual o sentido da participa????o das pastorais da Arquidiocese? O que fazem cat??licos??em uma marcha para a qual o Todo-Poderoso n??o foi convidado e onde, ali??s, ?? expressamente proibida a Sua entrada???E n??o me consta que as coisas sejam diferentes Brasil afora! At?? quando os cat??licos caminhar??o de bra??os dados com os que zombam do Deus Alt??ssimo?

Pois bem: achando que as coisas estavam mais pacificadas,??este ano eu n??o fui. N??o obstante, qual n??o foi a minha desagrad??vel supresa ao abrir o Facebook e ver que o??perfil de Dom Fernando Saburido compartilhara um ??lbum da??Arquidiocese de Olinda e Recife??(!)??sobre o 18?? Grito dos Exclu??dos?

As fotos da galeria abaixo n??o foram eu que tirei. Est??o??no perfil oficial da Arquidiocese de Olinda e Recife do Facebook.

 

 

Fico me perguntando se alguma coisa mudou nesta caminhada do ano passado para c??; se houve algum evento novo que justificasse a presen??a de um sucessor dos Ap??stolos neste esc??rnio p??blico ?? lei de Deus.??Infelizmente, nada parece ter mudado. A foto abaixo ?? a que ilustra??a reportagem de G1 sobre o evento de hoje. A mat??ria aborda rapidamente os principais itens da pauta de reivindica????es (ali??s j?? hist??ricas) do Grito:

  • ???Nossa luta ?? pela distribui????o de terra, renda e pelo fim da viol??ncia contra a mulher, al??m de um debate sobre o aborto???, disse a integrante Edv??nia da Silva.
  • Nicolas J??nior, do movimento gay Le??es do Norte, estava mais uma vez participando do Grito. ???Estamos aqui lutando pela igualdade e pela criminaliza????o da homofobia???, comentou. Tamb??m tinha mulheres levantando a bandeira do feminismo.
  • Mais de 60 representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) tamb??m estiveram na caminhada.
  • O Levante Popular da Juventude, representado por bandeiras vermelhas na caminhada, queria o fim do racismo, machismo e homofobia.

Ou seja: nada de novo sob o sol. Como todo mundo sabe,??o Grito dos Exclu??dos continua sendo uma passeata esquerdista onde se defende o aborto, a invas??o de terras, a exalta????o da sodomia, o feminismo e toda a caterva de ideologias e pr??ticas contr??rias ?? doutrina e ?? moral da Igreja Cat??lica. E, sendo as coisas assim (como de fato o s??o),??o que raios a Arquidiocese de Olinda e Recife,??na pessoa do Arcebispo Metropolitano, estava fazendo (mais uma vez!) neste evento onde se re??nem os escarnecedores da F?? e que tanto ofende a Deus Nosso Senhor? O que justifica a presen??a de cat??licos em um evento onde se debocha do ensino da Igreja e se zomba das coisas de Deus? Por qual obscura raz??o Dom Saburido??insiste em envergonhar assim a S?? de Dom Vital, engrossando alegremente as fileiras de uma passeata que reivindica tantas coisas contr??rias ao que prega a Igreja ?? Qual ele jurou servir?