Matérias em Destaque

Enquete com presidenciáveis sobre o estatuto do desarmamento... PLD em Foco Coronel Paes de Lira Comenta Enquete com presidenciáveis sobre o estatuto do desarmamento mostra algumas posições inusitadas. https://www.youtube.com/watch?v=KatPyZlym3s&feature=em-uploademail

Leia mais...

Relatora Simone Tebet fulmina PLS 176/2011. Bom será... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Relatora Simone Tebet fulmina PLS 176/2011. Bom será que Petecão o mesmo faça com o PDS 175/2017 https://www.youtube.com/watch?v=rhrmMQaUy70&feature=push-u-sub&attr_tag=bNr0Up7tE8OitpxN-6

Leia mais...

Copa do Mundo em Helsinque Copa do Mundo em Helsinque  Péricles Capanema  A final da Copa do Mundo se dará em 15 de julho no Estádio Luzhniki, em Moscou. Grandes repercussões esportivas, celebrações e tristezas, que pouco...

Leia mais...

Projeto de Lei inconstitucional pretende proibir comércio... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta Pela Legitima Defesa Publicado em 29 de jun de 2018 PL 10464/2018 - Projeto de lei inconstitucional https://www.youtube.com/watch?v=Ce-ENVx1TVg&feature=push-u-sub&attr_tag=0rU7ENLzXRg4JiEQ-6

Leia mais...

Pessoas de bem, armadas e aguerridas, frequentemente... PLD em Foco Cel Paes de Lira comenta Pessoas de bem, armadas e aguerridas, frequentemente evitam massacres https://www.youtube.com/watch?v=9uELNb-7CzE&feature=push-u-sub&attr_tag=ch0hgi0PnrE0QNHZ-6

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

HOMENAGEM AOS HERÓIS-MÁRTIRES DA INTENTONA COMUNISTA DE 1935

Publicado em: 29-11-2013 | Por: bidueira | Em: CHAVES, Comissão da Verdade, DIREITO DE PROPRIEDADE

0

HOMENAGEM AOS HERÓIS-MÁRTIRES DE 27 DE NOVEMBRO DE 1935

VAlte(Ref) Sergio Tasso Vásquez de Aquino

Da Academia Brasileira de Defesa e do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil

  Chovia muito na manhã de 26/11/2013, quando cheguei à Praia Vermelha, para participar da homenagem pela qual a Nação Brasileira e suas Forças Armadas mantêm viva a lembrança dos militares sacrificados em defesa da Pátria, na primeira tentativa violenta de tomada do poder pelos comunistas em nosso País.

  O impressionante monumento da Praça General Tibúrcio, que mostra o soldado abatido pela metralha, simboliza os heróis brasileiros assassinados enquanto dormiam, na fatídica noite de 27 de novembro de 1935, por traidores sanguinários, ensandecidos pela ideologia vermelha, em que confiavam como irmãos de armas, pois que companheiros no 3* Regimento de Infantaria e formados na mesma nobre instituição militar. 

  O comunismo tem essa característica, de ser intrinsicamente perverso, radicalmente contrário à lei de Deus e à dignidade da pessoa humana, pois que tem suas raízes numa cosmovisão satânica que tanta miséria , crueldade e sofrimento impôs a todos os povos que tiveram a infelicidade de cair sob seu jugo e de seus fanáticos seguidores ao longa da História. Por isso, é inaceitável para os verdadeiros brasileiros, patriotas e comprometidos com o Bem Comum, a grandeza do Brasil e a felicidade dos concidadãos. Por isso, tem sido sempre enfrentado, e vencido, pelos guardiões da independência, da soberania, do majestoso patrimônio material, espiritual e moral do Brasil, os militares unidos pelos valores, tradições e costumes em comum, incorporados  e desenvolvidos em toda uma vida de dedicação ao serviço da Pátria,  renúncia de si mesmo, sacrifício sem limites pelo cumprimento da missão e pelo sagrado juramento feito diante da Bandeira.

  O monumento estava guardado por soldados do 2* Batalhão de Guardas, Batalhão do Imperador, com seus tradicionais fuzis Mauser 1908, e do 2* Regimento de Cavalaria de Guardas, o bravo Regimento Andrade Neves, com suas lanças gloriosas. Todos em seus uniformes históricos, assim como a Banda de Música da primeira dessas unidades militares e a Banda de Clarins da segunda.

  À cerimônia, realizada sob os auspícios e pela iniciativa dos Generais-de-Exército Diretor do Departamento de Educação e Cultura do Exército e Comandante Militar do Leste, acorreram generais da ativa do Exército, ilustres chefes militares do passado, oficiais superiores, intermediários e subalternos, graduados e praças da reserva e reformados, engrandecidos e encanecidos no serviço ao Brasil, sempre fiéis aos valores que plasmaram nossa Grande Nação, aos objetivos nacionais permanentes, com destaque para a soberania, a liberdade e a democracia, e representantes das famílias que ofereceram seus filhos para que livre permanecesse nossa terra.

   O Presidente do Clube Militar ampliou o alcance do nobre acontecimento, ao expedir convite a todos os sócios da Casa da República para se fazerem presentes ao preito de reconhecimento e gratidão aos que souberam ser brasileiros até o sacrifício final. Representações uniformizadas de oficiais e praças da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro ali também estavam, confirmando o vínculo indestrutível do passado glorioso com as lutas do presente e as esperanças e promessas para o futuro nos corações, nas almas e nas mentes dos militares do Brasil!

  Pontualmente às 0830, Honras Militares de Chegada foram prestadas ao mais antigo presente, GenEx(Ref) Rubem Bayma Dennis, acompanhado dos dois Generais responsáveis pela cerimônia, seguidas pelo emocionado e vibrante canto do Hino Nacional, leitura do relato histórico sobre a data e aposição de oferenda floral no Monumento dos Heróis.

  A chamada nominal de cada um e de todos os guerreiros mortos foi respondida de maneira forte, alta e eletrizante pelos brasileiros que ali estavam para homenageá-los: “PRESENTE!”. Seguiu-se o tocante e magistralmente executado Toque de Silêncio pelo clarim principal do bravo Regimento Andrade Neves. Depois, a  marcha “Bandeira do Brasil” pela Banda de Música do 2* Batalhão de Guardas  e o Toque de Vitória, pela Banda de Clarins do 1* Regimento de Cavalaria de Guardas. Encerrando a cerimônia, as Honras de Despedida às mais altas autoridades militares presentes.

  Simples, significativa e bem-feita, como todas as coisas de militares, foi mais esse preito de reverência e gratidão a quem passou à História da forma mais nobilitante e engrandecedora: sacrificado para que a Pátria prosseguisse livre, uma, altaneira e respeitada. Um velho artilheiro que estava a meu lado, bradou, inspirado num Grande Chefe do passado: “Eles não passarão”.

  Sim, comunistas, vocês não dominarão a Terra de Santa Cruz com sua ideologia e ações perversas e diabólicas. A luta será longa e dura, mas o Bem haverá de prevalecer. Essa é a promessa de Deus Todo-Poderoso e o compromisso mais visceral dos brasileiros dignos desse nome.

  Voltei mais feliz, esperançoso e reconfortado da manhã chuvosa da Praça General Tibúrcio. Afinal, não estamos sós e são muitos os homens e mulheres de valor prontos a lutar pelo Brasil e a defendê-lo com todo o ardor.

  Lembrei-me, com emoção, do monumento que fiz erguer junto ao Submarino de Pedra, diante do prédio do Comando da Força de Submarinos, na Ilha de Mocanguê Grande, por ocasião do seu 75* Aniversário de criação, em 17 de julho de 1989. Era eu o Comandante e mandei inscrever, junto aos retratos dos submarinistas mortos em ação no Mar-Oceano, durante a Segunda Guerra Mundial, uma mensagem que atravessasse os tempos.

  Aquelas palavras, perpetuadas no bronze, quero agora repetir, em emocionada continência aos Heróis de 1935, que nos apontam o caminho que devemos trilhar, para JAMAIS PERMITIR QUE NOSSA TERRA SE TRANSFORME NUM INFERNO COMUNISTA!

  E assim repito, hoje e sempre, com espírito cristão, brasileiro e marinheiro:

“PERPÉTUA GLÓRIA AOS BRAVOS QUE TOMBARAM COM HONRA NO CUMPRIMENTO DO DEVER!”

Rio de Janeiro, RJ, 27 de novembro de 2013.

Deixe um Comentário!