Matérias em Destaque

TEMPESTADE À VISTA Tempestade à vistaPéricles CapanemaEm 1º de novembro o China Daily, jornal estatal, em página editorial sobre as eleições no Brasil advertiu: “Não há dúvida que os interesses nacionais têm...

Leia mais...

Vitória política trouxe mudança favorável. Às... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Vitória política trouxe mudança favorável. Às urnas, em segundo turno, pelo Direito e pelo Brasil. https://www.youtube.com/watch?v=hBit8WqQ1II&feature=push-u-sub&attr_tag=lqywduD41bzzqGcY%3A6

Leia mais...

Somos responsáveis pelas futuras gerações. Vamos... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Somos responsáveis pelas futuras gerações.Vamos às urnas pelo nosso Direito e pelo Brasil. https://www.youtube.com/watch?v=q0ifT9uLxCA&feature=push-u-sub&attr_tag=jfbmzspGHN0h7CPx%3A6

Leia mais...

Zé Dirceu: ▬ Nós vamos tomar o poder! Zé Dirceu: ▬ Nós vamos tomar o poder!  Péricles Capanema “É questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”.  Aviso de...

Leia mais...

Ao tentar ridicularizar Bolsonaro, Alckmin e “centrão”... PLD em Foco Coronel Paes de Lira comenta Ao tentar ridicularizar Bolsonaro, Alckmin e “centrão” agridem os combatentes da legítima defesa https://www.youtube.com/watch?v=Xux_rNrkFoY&feature=em-uploademail

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

MST: da invasão à sacristia. Da sacristia ao Vaticano.

Publicado em: 02-12-2014 | Por: bidueira | Em: CHAVES, DIREITO DE PROPRIEDADE, Esquerda católica, PT, Segurança Pública, SITUAÇÃO NACIONAL

0

O QUE ESTÁ ACONTECENDO NA AMÉRICA LATINA?

MST: da invasão à sacristia, e da sacristia ao Vaticano

Posted: 01 Dec 2014 02:11 PM PST

"Nós marxistas com o Papa para parar o diabo" Il Fatto Quotidiano, Roma, 3.11.2014
“Nós marxistas com o Papa para parar o diabo”
Il Fatto Quotidiano, Roma, 3.11.2014
 

O MST é uma organização fundamental do Brasil … no primeiro plano da organização dos agricultores.Stedile é o seu dirigente mais importante.

Marxista ligado à história da teologia da libertação, ele foi um dos organizadores do Encontro Mundial de Movimentos Populares que ocorreu no Vaticano, quando sugeriu a canonização de “Santo Antônio… Gramsci”.

Segundo o jornal, o MST conta com 1,5 milhão de membros. Na Itália, antes do encontro no Vaticano, ele fez uma turnê de encontros apresentando o livro La lunga marcia dei senza terra (EMI Edizioni).

No sábado à tarde, foi visitar a Rimaflow, em Trezzano sul Naviglio, a fábrica recuperada que Stedile, diante de 300 pessoas, batizou como “embaixadora dos Sem-Terra em Milão”.

Pergunta: – Como nasceu o encontro no Vaticano?
– Mantemos relações com os movimentos sociais da Argentina, amigos de Francisco, com quem começamos a trabalhar no encontro mundial. Assim, reunimos 100 dirigentes populares de todo o mundo, sem confissões religiosas. A maioria não era católica. Um encontro muito proveitoso.

Pergunta: – O senhor é de formação marxista. Qual a sua opinião sobre o papa e a iniciativa vaticana?
– O papa deu uma grande contribuiçãocom um documento irrepreensívelmais à esquerda do que muitos de nós. Porque afirmou questões de princípio importantes como a reforma agrária, que não é só um problema econômico e político, mas também moral.

Ele condenou a grande propriedade. O importante é a simbologia: em 2.000 anos, nenhum papa jamais organizou uma reunião desse tipo.

Ensino para combater o capital financeiro, bancos e multinacionais, ou "o diabo"  nas escolas do MST (publicado por O Estado de S.Paulo, 21-09-2000)
Ensino para combater o capital financeiro, bancos e multinacionais, ou “o diabo” 
nas escolas do MST (publicado por O Estado de S.Paulo, 21-09-2000)

Pergunta: O senhor foi um dos promotores dos Fóruns Sociais. Há uma substituição simbólica por parte do Vaticano em relação à esquerda?

– … Eu não acho que há sobreposição, mas complementaridade. Em todo caso, assumo a autocrítica, como promotor do Fórum Social, do seu esgotamento e da sua incapacidade de criar uma assembleia mundial dos movimentos sociais.

Do encontro com Francisco, nascem duas iniciativas: 

1) formar um espaço de diálogo permanente com o Vaticano e, independentemente da Igreja, mas aproveitando a reunião de Roma, 

2)construir no futuro um espaço internacional dos movimentos do mundo.

Pergunta: para fazer o quê? 
Para combater o capital financeiro, os bancos, as grandes multinacionais. Os “inimigos do povo” são esses. Como diria o papa, esse é o diabo.

Pergunta: Qual é a situação do Movimento dos Sem Terra hoje?

A nossa ideia, no início, era a de realizar o sonho de todo agricultor do século XX: a terra para todos, bater o latifúndio.

João Pedro Stedile fez o discurso de encerramento  do encontro de Movimentos Populares no Vaticano
João Pedro Stedile fez o discurso de encerramento 
do encontro de Movimentos Populares no Vaticano

Mas o capitalismo mudou, a concentração da terra também significa concentração das tecnologias, da produção, das sementes. É inútil ocupar as terras se, depois, produzirem transgênicos.
 
Não é mais suficiente repartir a terra, mas é preciso uma alimentação para todos, e uma alimentação sadia e de qualidade.

Hoje visamos a uma reforma agrária integral, e a nossa luta diz respeito a todos.

Por isso, é precisou uma ampla aliança com os operários, os consumidores e também com a Igreja

Somos aliados de qualquer pessoa que deseje a mudança.

(Fonte: jornal Il Fatto Quotidiano 3.11.2014 (Resumo do BlogGPS do Agronegócio))

 

 

 

http://esta-acontecendo.blogspot.com.br/2014/12/mst-da-invasao-sacristia-e-da-sacristia.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+OQueEstAcontecendoNaAmricaLatina+(O+que+est%C3%A1+acontecendo+na+Am%C3%A9rica+Latina?)

 

Comentários (0)

Aos poucos tenho vergonha de ser Católico, com este Papa Comunista. Que Volte para a Argentina seu malandro!!!

Deixe um Comentário!