Matérias em Destaque

Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista,... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=olvwMBxeUU8 Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista, as principais ações antiarmas em curso no STF

Leia mais...

Mais um projeto de lei equivocado para modificar o... Pela Legitima Defesa Cel. Paes de lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=tSzpv6N5ui8

Leia mais...

Idoso defende o lar e repele roubo. Enquanto isso,... PLD em foco Cel. Pes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=OP81V6lfdCQ

Leia mais...

Entram em vigor (ou não!?) novos decretos regulamentadores... Pela Legitima Defesa em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.pelalegitimadefesa.org.br/npld/

Leia mais...

Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne:... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=hQLuF6YRL4I Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne: é o mecanismo de anulação do Executivo em ação

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

A jararaca est?? viva

Publicado em: 07-03-2016 | Por: bidueira | Em: PT, REVOLU????O DE 64, SITUA????O NACIONAL, Terrorismo

0

Ag??ncia Boa Imprensa – ABIM

A jararaca est?? viva

Pericles Capanema

Vou p??r em relevo pontos complementares ao que li ontem e hoje, domingo, 6 de mar??o. Depois da condu????o coercitiva para depoimento, o ex-presidente Lula falou ?? milit??ncia e terminou o discurso com amea??a: ???Se quiseram matar a jararaca, n??o bateram na cabe??a, bateram no rabo. A jararaca est?? viva???. A jararaca era ele, a jararaca era o PT, a jararaca era a causa defendida pelo PT, era o governo Dilma; enfim, era tudo o que simbolizava, como express??o m??xima, o cidad??o Luiz In??cio Lula da Silva.

A imagem empregada me transportou instantaneamente ?? inf??ncia. Nasci em cidade do interior mineiro, na ??poca pequena, em menino matei muita cobra nas idas ?? ro??a. Tinha aprendido bem o m??todo. Logo que via a cobra, procurava no mato um galho rijo, de prefer??ncia ainda meio verde, se poss??vel mais de metro e meio. Desfolhava. Abaixava-me para horizontalizar o galho e batia forte no meio da cobra, nunca na cabe??a. Uma pancada s??, caso resolvido. Com a espinha quebrada, o animal n??o se movia. Depois, vinha o esmagamento da cabe??a. O primeiro golpe na cabe??a ?? coisa de ignorante. Meus amigos, os sabidos homens do campo, gente do ramo ??? lembro-me, quantas saudades!, do Z?? Reginaldo, preto velho, conhecia tudo ???, avisavam o menino atento: ??? Nunca na cabe??a o primeiro golpe; ?? dif??cil acertar e irrita a cobra. Voc?? pode ser picado no bote de defesa. A primeira porretada, sempre no meio da cobra.

Pensei logo, Lula n??o sabe matar cobra? Inventou na hora a met??fora s?? para impressionar, sem se preocupar se estava certa ou n??o? Sei l??. At?? para matar cobra n??o faz sentido a receita do PT.

Mas eu queria falar era de outra coisa. Os grandes l??deres, em geral, quando comparam suas a????es a animais, buscam simbologias que evocam nobreza, coragem, beleza. Napole??o, retornando da ilha de Elba, em linda imagem proclamava que a ??guia imperial voaria de campan??rio em campan??rio at?? conquistar Paris. Na religi??o, o mesmo. Os quatro evangelistas s??o representados pelo homem, touro, le??o e ??guia. Nosso Senhor, o Le??o de Jud??, comparou-se ao cordeiro, ?? galinha, mandou imitar a pomba e a serpente ??? a?? destacou s?? um aspecto, a prud??ncia, retirando da compara????o os demais atributos (Eu vos mando como ovelhas no meio de lobos; sede pois prudentes como as serpentes e simples como as pombas). O escritor sagrado, quando buscou o animal que mais retrataria a a????o demon??aca na tenta????o aos primeiros pais, escolheu a serpente. Uma jararaca. Curioso, o PT quer intimidar com a cobra. O le??o tamb??m ?? bicho apavorante. Ou o falc??o. Ou a ??guia. Mas o PT percebe que seria gritantemente artificial utiliz??-los em suas compara????es. Ser como a jararaca soa natural.

Na imagina????o dos povos, a serpente simboliza perversidade, agress??o insidiosa, deslealdade, emboscada, sordidez. E amedronta muito. Ali??s, logo depois de Lula julgar que a jararaca, em resumo expressivo, simbolizava bem o que pretendia transmitir, por inadvert??ncia de deputada comunista, tivemos deprimente exemplo da sordidez cumpanhera ao ouvir o que o morubixaba petista vociferava a uma senhora, a presidente da Rep??blica, em v??deo divulgado por Jandira Feghali (???Lula est?? nesse momento conversando com a presidente da Rep??blica???, relatava empolgada a parlamentar). Nem vou transcrever o que Lula dizia desembara??adamente ?? Presidente, pelo visto julgado por ambos a coisa mais natural do mundo, ali estava aut??ntico, sem maquiagem propagand??stica, o ambiente petista.

Concordo com Lula: a jararaca est?? viva. Por que preocupa? Aten????o, n??o ?? s??, nem principalmente, porque pica e mata. ?? sobretudo pela capacidade de seduzir, trazendo, postas certas condi????es, o passarinho para sua boca. O passarinho hipnotizado representa parte da opini??o do Brasil. Ningu??m agora est?? tratando da capacidade sedutora da jararaca, mas n??o foi sobretudo a intimida????o da milit??ncia que nos jogou no buraco, foi a gigantesca capacidade de iludir do petismo e de seus companheiros de viagem.

As an??lises destacam, o PT est?? utilizando o epis??dio para ati??ar a milit??ncia e tentar incendiar as ruas, para, por intimida????o, o primeiro dos efeitos, ver se diminui a ades??o popular ao ato oposicionista programado para o pr??ximo domingo, 13. Nessa dire????o, o l??der do governo na C??mara, deputado Jos?? Guimar??es (o patriota dos d??lares na cueca do assessor), nos ??ltimos tempos em geral trabalhando mais para bombeiro que para incendi??rio, desta vez carregou delirantemente nas tintas. Qualificou a condu????o coercitiva de ???tentativa de golpe da direita, de setores da Pol??cia Federal, do Minist??rio P??blico e de grande parte da m??dia. Foram al??m do limite???. Apontou a meta: ??? A milit??ncia do PT tem que reagir. Temos que dizer ‘n??o’ ao golpe. Temos que ter uma agenda de combate ao golpe iniciado pela oposi????o.

Em suma, a inten????o da c??pula partid??ria est?? clara, aproveitar o epis??dio para mandar o corneteiro tocar ???cavalaria, avan??ar???, ???cavalaria, degolar???. Antes, nos ??ltimos anos, o que levou ao triunfo estava mais para o flautista de Hamelin, adormecer, embair, afundar, um gigantesco poder encantat??rio. Agora, posta de lado a flauta aliciante, a c??pula espera aferventar a milit??ncia com a corneta do combate. Vai dar certo?

Tem seus riscos. O bruxedo petista funcionou com opini??o p??blica meio adormecida, abobada com o Lulinha, paz e amor e recursos semelhantes. Veio a era da bonan??a dos pre??os das commodities. Agora, pobreza e desemprego aumentando, oposi????o crescendo, para amedrontar anunciam com estrondo o ???cavalaria avan??ar??? e o ???cavalaria, degolar???. Ser?? que o brasileiro m??dio vai se intimidar? Ou causar?? efeito contr??rio, aumento do ??nimo reativo e cristaliza????o de posi????es?

Historicamente prejudicou mais a capacidade de iludir, na qual a milit??ncia petista intimidante, mais fuma??a que fogo, era recurso valioso, usado em especial para amolecer resist??ncias de setores conservadores reativos. A cantilena, era preciso ceder um pouco, n??o dava mais. Todavia, os grandes instrumentos sempre foram outros, o esquerdismo burgu??s, a colabora????o eclesi??stica, a superficialidade otimista e descuidada dos opositores, bem como a patrulha implac??vel contra tudo o que representava vigil??ncia l??cida. Repito aqui, a intimida????o dos movimentos sociais ?? coisa s??ria e deve ser tida em considera????o, contudo, aten????o, ?? mais fuma??a que fogo. Boa parte dela ?? de gente paga, ??dio de aluguel. Decisivas continuam sendo as outras formas de colabora????o com a esquerda.

Os comentários estão fechados.