Matérias em Destaque

Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista,... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=olvwMBxeUU8 Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista, as principais ações antiarmas em curso no STF

Leia mais...

Mais um projeto de lei equivocado para modificar o... Pela Legitima Defesa Cel. Paes de lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=tSzpv6N5ui8

Leia mais...

Idoso defende o lar e repele roubo. Enquanto isso,... PLD em foco Cel. Pes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=OP81V6lfdCQ

Leia mais...

Entram em vigor (ou não!?) novos decretos regulamentadores... Pela Legitima Defesa em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.pelalegitimadefesa.org.br/npld/

Leia mais...

Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne:... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=hQLuF6YRL4I Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne: é o mecanismo de anulação do Executivo em ação

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

MEIAS VERDADES E FALSIDADES EM LOCAL INESPERADO

Publicado em: 03-07-2016 | Por: bidueira | Em: Esquerda cat??lica, PT, SITUA????O NACIONAL

0

Agencia Boa Imprensa

Meias verdades e falsidades em local inesperado

 

P??ricles Capanema

 

Em 30 de junho pr??ximo passado dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo auxiliar de Bras??lia e secret??rio-geral da CNBB, de passagem por Roma, compareceu ao programa Em romaria ??? caminhando no 3?? mil??nio da R??dio Vaticano. Peregrinou por v??rios temas, trope??ando nas ideias e nas palavras. Contudo, a entrevista num ponto foi clara, o bispo obedeceu ao constante vi??s esquerdista da CNBB. Ficou clara sua proximidade com a anterior administra????o petista e em consequ??ncia seu crescente afastamento da imensa maioria dos cat??licos brasileiros.

 

Vamos por atalho direto ao que agora mais interessa. A entrevistadora Cristiane Murray come??ou assim: ???Dom Leonardo, ?? um momento dif??cil para nosso pa??s. ?? um momento em que um governo, democraticamente eleito, foi afastado???. A meia verdade esconde do ouvinte que o substituto tamb??m foi eleito democraticamente. Transpar??ncia e sinceridade, j?? se v??. Um prov??rbio chin??s afirma, a meia verdade ?? sempre uma mentira inteira. No caso, a mentira inteira, insinuada nas palavras iniciais, ?? que a presidente Dilma Rousseff, eleita pelo povo, foi substitu??da por um governo dele inimigo e da democracia. Em continua????o, Cristiane Murray canhestramente lan??a ao ar supostas liga????es do presidente Michel Temer com a bandalheira, cujo efeito seria tornar ainda mais ileg??tima a presente situa????o: ????? um momento em que n??s temos a?? um vice-presidente, uma quest??o com v??rios inqu??ritos em andamento, v??rias acusa????es. Como qui a CNBB est?? avaliando este momento????

 

O secret??rio-geral da CNBB, ap??s ouvir sem reparos a propaganda pr??-PT da entrevistadora, d?? um passo al??m e infelizmente falta ?? verdade: ???N??s temos de momento um governo interino que est?? governando, mas sem a legitimidade da Constitui????o???.

 

Michel Temer, substituto legal, governa com a legitimidade da Constitui????o. A seguir, dom Leonardo recai: ???Do Executivo n??s n??o temos uma interlocu????o por se tratar de um governo interino, est?? apenas no exerc??cio do mandato, mas n??o ?? efetivo no sentido de reconhecido pela Constitui????o???.

 

No mesmo rumo, o pr??cer da CNBB, aos trope??os, ?? claro quanto ?? orienta????o da entidade: ???O que preocupa mais, na realidade, ?? um movimento em que n??s sentimos que tem avan??ado cada vez mais a corrup????o. Isso nos preocupa muito. E a CNBB n??o deixou de se manifestar quanto a esse ponto. Mesmo no governo atual alguns ministros acabaram caindo por declara????es e por acusa????es; […] n??s temos muitos deputados envolvidos por corrup????o, n??s temos alguns senadores envolvidos por corrup????o, n??s temos no atual governo ainda pessoas que est??o sendo acusadas de corrup????o, um elemento que preocupa muito ?? a quest??o da ??tica, a ??tica na pol??tica, n??s sentimos assim que o interesse particular, o interesse dos partidos se sobrep??e ao interesse da popula????o, ao interesse da sociedade brasileira. Isso tamb??m n??s vemos nas vota????es que t??m acontecido no Congresso Nacional, enquanto ainda a Dilma estava no exerc??cio de seu mandato o Congresso se negou a aprovar determinadas medidas e isso n??o em favor da popula????o, mas em favor de determinados partidos e criar cada vez mais tens??o que levou ao encaminhamento do impedimento. Ent??o, esses elementos preocupam muito a Confer??ncia Nacional, quer dizer, n??s somos brasileiros, os bispos s??o brasileiros, a CNBB tem uma autoridade moral muito grande, eu sinto isso cada vez mais, dado que a CNBB ?? muito procurada e ao mesmo tempo a CNBB tamb??m tem uma palavra, agora o que n??s temos insistido ?? combater a corrup????o, mas tamb??m temos insistido na quest??o do di??logo. N??o se pode parar de conversar, dialogar???.

 

Corret??ssimo, dom Leonardo: a ??tica deve presidir a pol??tica. Mas tamb??m deve existir em outros campos, at?? mesmo em entrevistas de r??dio. Por exemplo, evitando as meias verdades cujo efeito prec??puo ?? ludibriar o ouvinte pela afirma????o de algo certo, mas incompleto, induzindo-o a crer que representa a verdade inteira. Falsidades, nem se diga, s??o agress??es ?? verdade.

 

Causa estranheza outro ponto. Para o ??xito do di??logo, na posi????o da CNBB, o m??nimo a exigir ?? a isen????o. A entidade, por??m, brada aos c??us, tem lado. Desde d??cadas age como sol??cita companheira de viagem das for??as de esquerda no Brasil. E por isso, queira ela ou n??o, s??o os fatos, ?? correspons??vel moral pelos desastres medonhos dos 13 anos do PT no governo. E a?? a piora da situa????o dos pobres, na qual, ponto negro, 11 milh??es de desempregados.

 

Apesar de tudo, vamos ao di??logo, pode ajudar. Tenho sugest??o. Para come????-lo, debater qual deve ser a presen??a na vida privada e p??blica do mandamento: ???Seja o vosso falar: sim, sim; n??o, n??o; porque tudo o que daqui passa, procede do mal??? (Mt, 5,37).

Os comentários estão fechados.