Matérias em Destaque

Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista,... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=olvwMBxeUU8 Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista, as principais ações antiarmas em curso no STF

Leia mais...

Mais um projeto de lei equivocado para modificar o... Pela Legitima Defesa Cel. Paes de lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=tSzpv6N5ui8

Leia mais...

Idoso defende o lar e repele roubo. Enquanto isso,... PLD em foco Cel. Pes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=OP81V6lfdCQ

Leia mais...

Entram em vigor (ou não!?) novos decretos regulamentadores... Pela Legitima Defesa em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.pelalegitimadefesa.org.br/npld/

Leia mais...

Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne:... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=hQLuF6YRL4I Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne: é o mecanismo de anulação do Executivo em ação

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

A Comiss??o da Mistifica????o carece alembrar a prescri????o da d. Dilma

Publicado em: 08-06-2012 | Por: bidueira | Em: Comiss??o da Verdade

0

A Comiss??o da Mistifica????o carece alembrar a prescri????o da d. Dilma

??P??ricles Capanema

??A presidente Dilma Roussef ao instalar em 16 de maio ??ltimo a Comiss??o da Verdade (aqui proponho nome novo para a assombra????o, mais conforme ?? verdade) demarcou que o tal grupo ???s?? ?? o contr??rio do esquecimento???. Beleza, s?? n??o pode esquecer. Podia ser chamada comiss??o da lembran??a.??

Vou pisar no trilho aberto pela d. Dilma, evitando que coisa importante afunde no esquecimento. E, com isso, ajudo a campanha de vacina????o contra a amn??sia seletiva, epidemia muito espalhada por tudo quanto ?? lado. Como um dos vacinadores dou algumas agulhadas, coisa pouca, entre muitas que podiam ser dadas para combater a praga:??

1??) A guerrilha no Brasil nunca lutou pela democracia. Seus participantes costumam p??r debaixo do tapete esse fato ??bvio para conseguir absolvi????o do p??blico, mas a realidade ?? que pegaram em armas e mataram para impor a tirania comunista. O triunfo de qualquer dos grupos terroristas seria a morte da liberdade. Os movimentos guerrilheiros foram express??o assassina de gigantescos movimentos ideol??gicos e pol??ticos que defendiam a ditadura do proletariado, na pr??tica a tirania do partido ??nico, o Partido Comunista. Queriam para o Brasil regimes parecidos com os da China comunista, R??ssia, Alb??nia, Cuba. Estou s?? alembrando, d. Dilma n??o explicou que era proibido esquecer???

2??) Houve excessos na repress??o e eles precisam ser lembrados. Mas tamb??m n??o deve ser esquecido que a repress??o en??rgica aos movimentos guerrilheiros no Brasil – nos limites da lei, alembro – foi medida merit??ria, que favoreceu a liberdade e o progresso do pa??s. O triunfo da guerrilha teria trazido ao Brasil o que os governos comunistas sempre produziram em outros pa??ses: persegui????es implac??veis, causadoras tantas vezes de milh??es de mortes. De outro modo, totalitarismo, coletivismo, igualitarismo e mis??ria. S??o fatos hist??ricos. Estou no errado ou falei certo???

3??) As guerrilhas no Brasil n??o come??aram como rea????o ao endurecimento do regime militar, ap??s a edi????o do AI-5 em dezembro de 1968. Come??aram antes, ainda no per??odo de democracia liberal do Brasil, no quatri??nio inacabado J??nio-Jango e j?? existiam no per??odo 1964-1968. Elas foram reflexo da Guerra Fria e tinham dire????o de fora. Na d??cada de 70, houve guerrilhas at?? na It??lia e nos Estados Unidos, pa??ses de democracia consolidada. E o objetivo de todas elas foi sempre a tomada do poder pelas armas para impor a ditadura comunista.??

4??) O movimento comunista, em v??rias de suas fac????es, mandou asseclas pegarem em armas porque tinha fracassado na luta de convencer pelas ideias e alcan??ar o poder pelo voto. ?? confiss??o da repulsa que o povo lhe vota.??

5??) Tem mais, os sete integrantes da Comiss??o da Verdade n??o podem esquecer a lei que a criou. Mas tenho certeza que v??o enterrar dispositivos dela. E sem dar explica????o. Vou eu aqui alembrar a eles. A lei entre seus objetivos estatui: ???III – identificar e tornar p??blicos as estruturas, os locais, as institui????es e as circunst??ncias relacionados ?? pr??tica de viola????es de direitos humanos mencionadas no caput do art. 1??, suas eventuais ramifica????es nos diversos aparelhos estatais e na sociedade???. Como pelo menos um de seus sete sabich??es j?? quer esquecer claramente o texto (cf Paulo S??rgio Pinheiro que em declara????o delirante e reveladora alembrou aos desavisados: ???Nenhuma comiss??o da verdade teve ou tem essa bobagem de dois lados, de representantes de perpetradores de crimes e das v??timas???) e agir arbitrariamente, recordo. A lei tamb??m manda apurar viola????es de direitos humanos na sociedade e n??o s?? as cometidas dentro do aparelho estatal. Isto ??, ordena apurar os crimes cometidos pelos guerrilheiros. Sei que ningu??m vai dar bola para o texto da lei. ?? letra morta, hipocrisia para capear fracamente o efeito causado pela fraude descarada, disfar??ada em esquecimento ou distra????o: a persegui????o ferina aos militares de milit??ncia contr??ria ?? esquerda, sejam ou n??o culpados. E, ademais, intimidar eventuais opositores da esquerda dominante, fazendo-os pensar duas vezes antes de tomar qualquer atitude. Em resumo, ?? medida de intimida????o. Aqui estou reclamando apenas obedi??ncia ao que determinou a presidente (ou presidenta, como quer, tudo bem), que os nomeou: n??o esquecer a lei inteira. Reclamo coer??ncia e corre????o. Sei que na pr??tica a comiss??o n??o tem (ou n??o quer) liberdade efetiva para agir segundo a letra da lei. Vai fraud??-la e preparar relat??rio faccioso e incompleto, podem me cobrar daqui a dois anos. Outra coisa: ningu??m vai apurar viola????es de direitos humanos de 1946 a 1988. Todo mundo sabe que ?? para ingl??s ver. Vai sobrar a ca??a aos militares que hoje ainda incomodam, na medida em que as circunst??ncias pol??ticas o permitirem. Repiso: reclamo apenas o cumprimento inteiro da lei e j?? estou avisando que ela vai ser rasgada. Conduta assim favorece a reconcilia????o nacional???

6??) No mourejo de impedir o esquecimento da lei, aqui vai outro objetivo dela: ???promover, com base nos informes obtidos, a reconstru????o da hist??ria dos casos de graves viola????es de direitos humanos, bem como colaborar para que seja prestada assist??ncia ??s v??timas de tais viola????es.??? Vou dar uma sugest??o. Fa??a a comiss??o um informe sobre as graves viola????es de direitos humanos feitas pelo MST e por movimentos de sem-terra, antes da constitui????o formal do movimento em 1984. E com motiva????o pol??tica: abalar a ordem vigente. Investigue a fundo a grana preta que veio de fora, suas liga????es com a CPT e o rastro de sangue e l??grimas que deixou em incont??veis fam??lias de propriet??rios rurais, a maior parte de recursos muito escassos. Est?? a?? a origem de mais de trinta anos de viola????es sistem??ticas dos direitos humanos no Brasil. Essa investiga????o decorre logicamente do texto da lei que instituiu a Comiss??o da Verdade. E indicaria imparcialidade. N??o vai acontecer, sei. Mas ent??o que a mencionada comiss??o n??o pretenda estadear isen????o e imparcialidade de conduta.??

7??) Alembro outro objetivo da lei: ???recomendar a ado????o de medidas e pol??ticas p??blicas para prevenir viola????o de direitos humanos, assegurar sua n??o repeti????o e promover a efetiva reconcilia????o nacional???. Outra proposta: um dos pontos para promover a reconcilia????o nacional, diretamente ligado ?? guerrilha, ?? atender ??s justas reivindica????es de setores militares nas tr??s armas que pedem atendimento aos direitos humanos de membros seus e de suas fam??lias gravemente lesados pelos terroristas. O pedido deles ?? simples e n??o podia ser mais modesto: se for para investigar, investiguem tudo de um e outro lado (est?? na lei) e utilizem a mesma r??gua. Se for para indenizar, indenizem a todos com o mesmo crit??rio. Houve muitos inocentes trucidados pelos guerrilheiros. Podia ser mais reconciliadora? Menos contr??ria a privil??gios dilacerantes? Mas as fam??lias desses inocentes ainda v??o continuar no sereno, porque a lei tem um texto e haver?? uma pr??tica diferente, que frauda o diploma legal. Quem quer apostar???

Subit??neo, veio-me ?? mem??ria ponto central que ia esquecendo. Qual o objetivo real do terrorismo no Brasil? Na cabe??a dos jovens guerrilheiros tresloucados at?? que podia existir o del??rio de tomar o poder em Bras??lia, em conjun????o com outras for??as insurrecionais. N??o na cabe??a de quem mandava de fato. O objetivo primeiro do sarampo guerrilheiro, que abriu feridas em tantos lugares, era berrar para o Brasil que o corpo social estava doente. E criar a sensa????o generalizada de que existia enorme insatisfa????o popular, prestes a explodir, com manifesta????es at?? armadas, e s?? pass??vel de ser curada com a aplica????o maci??a de reformas de car??ter igualit??rio e coletivista, as chamadas reformas de base. De outro jeito, esperavam destruir no p??blico resist??ncias duras ao reformismo radical socialista. E para isso, por propaganda mistificadora, criar a impress??o das massas insatisfeitas, ?? beira da rebeli??o. O povo real era outro, pac??fico e tinha pendor conservador.??

Lembro outro ponto, esse furando os olhos. As guerrilhas l?? atr??s foram um show sangrento. Temos agora outro grande show no Brasil e no mundo (e as guerrilhas naquela ??poca pipocaram em muitas partes do mundo), ainda sem derramamento de sangue, o terrorismo ecol??gico, que visa criar o pavor ambientalista. ?? uma gigantesca mistifica????o em marcha para impressionar a opini??o p??blica, at?? agora com os dois p??s atr??s. Para qu??? Com base num pavor infundado, – e alembro aqui as opini??es fundadas a respeito do clima, camada de oz??nio, CO2 expressas com calma seguran??a pelo climatologista dr. Ricardo Augusto Fel??cio, professor da USP, que desmentem todo o embasamento para esse show – os mentores do terrorismo ecol??gico esperam derrubar as barreiras contra as medidas que exigem, supostamente para prote????o do meio ambiente. ?? s?? ver a lista delas e se sente logo a catinga centralizadora e intervencionista. Em resumo, medidas totalit??rias, coletivistas, igualit??rias e geradoras de pobreza. Aten????o, os mesmos efeitos que o terrorismo comunista visava produzir no Brasil (e alhures). Duas mistifica????es distantes no tempo, com efeitos reveladoramente semelhantes.??

Era o que eu tinha a lembrar.

(P??ricles Capanema ?? Engenheiro e Pesquisador do Instituto Pl??nio Corr??a de Oliveira)

 

O OUTRO LADO

Publicado em: 06-06-2012 | Por: bidueira | Em: Comiss??o da Verdade

0

??O OUTRO LADO

General-de-Ex??rcito R??mulo Bini Pereira

Com a instaura????o da Comiss??o da Verdade, o ciclo de beliger??ncia e de turbul??ncia pol??tica do passado recente voltou a ser tema discutido em nosso pa??s. Um tema sens??vel que estar?? presente em debates e artigos nos pr??ximos dois anos, tempo de vig??ncia dos trabalhos da Comiss??o. Neste per??odo os principais fraseados das esquerdas brasileiras estar??o em evid??ncia sempre acompanhados de emo????o e contesta????es. Agora ?? poss??vel acrescentar no debate a Lei da Anistia, j?? chamada de Lei Injusta, primeiro passo para a sua revoga????o.

Esquecem estes cr??ticos que foi essa Lei que permitiu os quase 33 anos de relativa paz no processo de crescimento democr??tico do pa??s. Sem ela o per??odo seria controverso e perturbador.

Nesta Comiss??o as For??as Armadas ser??o o foco principal. Disciplinadas como s??o, estar??o em sil??ncio e sem poder pol??tico para interferir nos processos que ser??o abertos. O seu desgaste ser?? evidente, um objetivo permanente de segmentos minorit??rios e sect??rios da esquerda brasileira.

Surge, agora, em artigo publicado neste jornal, de autoria do frade dominicano Lib??nio Christo, uma nova designa????o para a Comiss??o da Verdade. O novo nome seria Comiss??o da Vaidade, uma alus??o ?? posi????o adotada por um dos juristas que integra a Comiss??o, considerada vaidosa pelo frade. O jurista teria se posicionado, em Corte Internacional, contra interesses de familiares de v??timas na Guerrilha do Araguaia. Em seu artigo o autor questiona se o jurista teria condi????es de atuar com imparcialidade. Quanto a esta d??vida ?? surpreendente a posi????o do frade. Ele considera o jurista parcial, pois o mesmo foi contr??rio ao posicionamento dos citados familiares. Ent??o sejamos claros, os sete indicados ser??o imparciais quando analisarem um s?? lado, de prefer??ncia o lado do frade Lib??nio. Se analisarem o ???outro lado??? ser??o parciais. ?? de se perguntar quem seria o vaidoso? O jurista ou o frade?

Como dever??o se sentir os juristas indicados, com base no seu ???not??vel saber???, diante deste patrulhamento ideol??gico? Como se sentir??o ferindo o principio b??sico do Direito, o contradit??rio? Haver?? vistas do processo ??s partes?

Meu professor de Hist??ria Geral, um saudoso frei franciscano, ensinava que a ???Hist??ria tem sempre dois lados???. O ???outro lado??? tamb??m tem in??meras perguntas n??o respondidas e nem esclarecidas. Tamb??m choramos os nossos mortos, porque tivemos mais de uma centena deles e quase um milhar de feridos, muitos inocentes e que nada tinham com os confrontos. Assassinatos a sangue frio, a pauladas, a coronhadas e at?? esquartejamentohouve. S??o fam??lias enlutadas que em sua totalidade n??o receberam qualquer apoio indenizat??rio. N??o existia naquela ??poca nenhum tipo de benesse, tal como a atual ???Bolsa Ditadura???. Atentados e sequestros com mortes. Sequestro ?? tortura infame. Enumerar outros fatos a esclarecer ultrapassaria nosso espa??o jornal??stico. Entretanto gostar??amos que uma pergunta, talvez a mais importante , fosse respondida: Que Democracia lutavam para resgatar?

O ide??rio das organiza????es terroristas e os depoimentos atuais e insuspeitos de ex-integrantes das mesmas, comprovam que o objetivo maior, caso vencessem, seria a implanta????o de uma ???ditadura do proletariado??? e n??o uma democracia como assegura frade Lib??nio.

Dependendo da organiza????o, seria uma ditadura sovi??tica, mao??sta, albanesa ou cubana. Para mim, sem receio de errar, a cubana e o seu famigerado ???paredon???. Por sinal, os covardes justiciamentos em nosso pa??s, por ordens de tribunais rel??mpagos, comprovam a escolha. Caso vingassem tais doutrinas, n??o poder??amos, hoje, escrever livremente neste jornal. Eu, com absoluta certeza. Pela sua simpatia ao regime cubano, o frade Lib??nio escreveria no jornal do partido ??nico. ?? semelhan??a de Cuba, aqui haveria um s?? lado. N??o existiria o ???outro lado???.

N??o tenho profundos conhecimentos da mitologia grega e nem das literaturas portuguesa e espanhola para cita????es brilhantes como as do frade Lib??nio. Todavia, fruto da forma????o franciscana que recebi, encerro com uma cita????o b??blica, que creio ser v??lida para o momento pelo qual passamos: ???N??o julgueis para n??o serdes julgado. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgado, e com a medida com que medis sereis medido.??? (Mt 7:1).

 

General-de-Ex??rcito R??mulo Bini Pereira – 72 anos

Ex-chefe do Estado-Maior da Defesa??

 

50 ex-astronautas e cientistas condenam facciocismo da NASA pelo aquecimento global

Publicado em: 04-06-2012 | Por: bidueira | Em: Aquecimento Global

0

50 ex-astronautas e cientistas condenam facciocismo da NASA pelo aquecimento global

Posted: 02 Jun 2012 11:30 PM PDT

Buzz Aldrin, esquerda, e Walt Cunningham,  astronautas das miss??es Apollo 11 e 7, em Cape Canaveral,  Florida, desaprovam facciocismo alarmista na NASA

Buzz Aldrin, esquerda, e Walt Cunningham,
astronautas das miss??es Apollo 11 e 7, em Cape Canaveral,
Florida, desaprovam facciocismo alarmista na NASA

 

Cerca de 50 de ex-astronautas e cientistas da NASA ??? inclusive um dos ex-chefes do famos??ssimo Johnson Space Center ??? denunciaram que o organismo optou pelo lado errado da ci??ncia mudando o rumo e talvez arruinando a reputa????o da maior ag??ncia espacial do mundo, informou o di??rio ???The Washington Examiner??? .

A atual dire????o da NASA assumiu a milit??ncia em favor das n??o demonstradas ???mudan??as clim??ticas???.

Em carta p??blica a Charles Bolden, administrador do ??rg??o, os ex-astronautas e dezenas de antigos executivos da NASA pediram ?? ag??ncia para que ???se refreie na hora de publicar na m??dia observa????es n??o demonstradas??? em apoio do ???aquecimento global???.

???Achamos inapropriado que a NASA assuma a advocacia de uma posi????o extremada previamente a um consciencioso estudo do impacto generalizado do clima natural??? ??? escreveram. ???O risco ?? danificar a reputa????o exemplar da NASA, o prest??gio de seus atuais cientistas e empregados e at?? a reputa????o da pr??pria ci??ncia???.

A carta foi assinada por sete astronautas de miss??es Apollo, diversos cientistas e um diretor do programa das Shuttle.

No documento, o grupo diz que os dados colhidos, relativos a milhares de anos, contestam as reivindica????es modernas de que o CO2 provoca a mudan??a do clima.

Para 50 astronautas e cientistas como B. Aldrin e W. Cunningham,  vai contra a ci??ncia falar pelo aquecimento global

Para 50 astronautas e cientistas como B. Aldrin e W. Cunningham,
vai contra a ci??ncia falar pelo aquecimento global

 

???Posto que h?? centenas de famosos climat??logos e dezenas de milhares de outros cientistas que declaram n??o acreditar nas previs??es catastrofistas provenientes especialmente do Goddard Institute for Space Studies da NASA, fica claro que n??o se tem chegado a um conhecimento certo???, acrescentam.

O site da NASA est?? cheio de artigos sobre o impacto das mudan??as clim??ticas na Terra, nos animais e nos ecossistemas. E a maioria dos funcion??rios acompanha a posi????o oficial do ??rg??o.

???A pol??mica desbragada contra o CO2 como sendo a maior causa das mudan??as clim??ticas contraria a hist??ria da NASA, baseada sempre em estudar objetivamente todos os dados cient??ficos dispon??veis antes de tomar decis??es ou fazer declara????es p??blicas???, dizem ainda os cientistas.

Leighton Steward, porta-voz do grupo, apresentou o documento dizendo: ???Estes her??is americanos, astronautas que conquistaram o espa??o, cientistas e engenheiros que os puseram l??, t??m o direito de criticar a apologia por parte da NASA de uma posi????o extremada e sem fundamento???.

Deputado Rom??rio pisa na bola e aprova projeto

Publicado em: 01-06-2012 | Por: bidueira | Em: PLD em Foco

0

1. Projeto de lei de Dr. Rosinha, do PT, quer proibir o tiro esportivo para jovens e rapazes
2. Deputado Rom??rio pisa na bola e vota a favor do Projeto de lei do Dr. Rosinha
3. Por que ele quer proibir os meninos e jovens pratiquem o tiro? Ele n??o come??ou chutando bola de meia desde sua mais tenra inf??ncia?

Novo C??digo Florestal ou a cat??strofe anunciada

Publicado em: 01-06-2012 | Por: bidueira | Em: C??digo Florestal

0

Coment??rio do Coronel RR PMESP ??Ralph Ros??rio Solimeo, Professor e Agricultor??(ralphsolimeo@terra.com.br)

 

Amigos

As discuss??es sobre mensal??o, CPI do Cachoeira e obras para a Copa do Mundo, desviaram a aten????o dos brasileiros para o grave problema do veto aposto pela presidente Dilma, ao C??digo Florestal aprovado pela C??mara dos Deputados.

Este C??digo, segundo estudiosos do assunto, ?? a legisla????o mais restritiva quanto ao uso do solo, n??o tendo similar em nenhuma na????o deste planeta. Tinha sido amenizado com a incorpora????o de algumas emendas na C??mara dos Deputados, todas elas vetadas pela presidente Dilma.

O comunismo internacional, que com a queda do muro de Berlim e o desmantelamento da Uni??o Sovi??tica, andava meio desarvorado, encontrou no movimento ambientalista um novo alento para a sua investida e n??o teve o acanhamento de trocar a sua camisa vermelha, pela camisa verde e, por que n??o, tamb??m, as camisas dos grupos do arco-??ris.

Com o argumento, altamente palat??vel, da salva????o do planeta, o movimento comunista vem conseguido o seu objetivo principal: o da destrui????o da propriedade privada, especialmente a rural.

O C??digo Florestal, ante as determina????es radicais que contem, levou muitas pessoas a acreditarem que teria sido elaborado por quem n??o entende do assunto, no tocante ?? produ????o agropecu??ria, como soe acontecer com a legisla????o brasileira.

Ledo engano, os que o elaboraram conheciam muito bem o assunto e, conscientemente, criaram normas destinadas a inviabilizar ao m??ximo o setor agr??cola.

Sabiam, eles, por exemplo, que o arroz, com menor custo e maior produtividade, ?? plantado em terras alagadi??as, como ocorre no Oriente, desde a pr??-hist??ria, da?? transformarem as v??rzeas e beira dos rios em ??reas de Preserva????o Permanente, as tais APP; sabiam, tamb??m, antes de transformarem as encostas dos morros em APP, que grande parte da produ????o de caf?? se d?? nessas encostas, assim como da uva, dos c??tricos e de outras lavouras, que n??o se d??o bem em terras baixas, ainda, a cria????o de gado de leite, que em todo o mundo, aproveita as encostas dos morros onde n??o ?? poss??vel a agricultura, tamb??m est?? vetada.

N??o bastassem as ???Reservas Legais???, de 20% da ??rea total da propriedade agr??cola tem que manter de mata, al??m de perder as ??reas transformadas em APP, o propriet??rio rural ?? punido com a obriga????o de reflorestar tais espa??os ??s suas expensas, tamb??m, com as esp??cies nativas origin??rias.

?? o tal slogan gritado nas manifesta????es do ???veta Dilma???: quem desmatou tem que reflorestar, n??o importando que esse desmatamento tenha ocorrido quando do descobrimento do Brasil.

Pelo C??digo Florestal, cabe ao produtor rural o ??nus de ???salvar o planeta???.

Segundo o c??lculo de especialistas, a ??rea retirada da produ????o de alimentos, se cumpridas estas posturas do C??digo Florestal, ser?? de 32 milh??es de hectares.

O que significar?? isto?

Apenas para exemplificar, se em tal ??rea fosse plantado milho, ter??amos a produ????o anula de 3 bilh??es de sacas, a 100 sacas por hectare, ou 192 milh??es de toneladas; se transformada em pastagem, sustentaria 64 milh??es de cabe??a de gado de corte, (2duas cabe??as por hectare), que produziriam cerca de 32 milh??es de toneladas de carne.

-Em regi??es como a que eu tenho o s??tio, no sudoeste de Minas Gerais, a estrada que liga Monte Santo a Belo Horizonte, ?? conhecida como a estrada das montanhas cafeeiras, conforme consta das pelas nela afixadas, al??m de ser uma bacia leiteira.

Grande parte das propriedades ficar?? drasticamente reduzida em suas ??reas de explora????o, como a minha, que perder??, que de 40 He. ficar?? reduzida a uma ??rea ??til de praticamente 20 He., por ser constitu??da de in??meros aclives superiores a 25??.

A C??mara dos Deputados, embora n??o fizesse grandes melhorias no C??digo, respeitou, pelo menos, o princ??pio da ???irretroatividade da lei???, ao decidir que aqueles que j?? explorassem as ??reas, ora transformadas em APP, antes de 2008, pudessem continuar a faz??-lo, sem a necessidade de reflorest??-las.

Este foi, justamente, o ponto de maior press??o dos Ministros da Reforma Agr??ria, do Meio Ambiente e das ONGs, alien??genas na sua maioria, sustentadas com amplos recursos financeiros do exterior e do nosso governo, que levaram a presidente, gostosamente, a vetar in??meros artigos do C??digo e editar medida provis??ria, que impedisse a tal ???anistia???, e pondo-o em execu????o imediata.

A jogada do governo foi maquiav??lica, pois o Congresso, em que ele tem a maioria, ter?? 180 dias para apreciar e derrubar os vetos e, ao mesmo tempo, a medida provis??ria.

Apercebendo-se da dificuldade em obter ??xito nas duas empreitadas, l??deres da oposi????o entraram com pedido de mandado de seguran??a contra a medida provis??ria alegando que ela ?? inconstitucional por v??rios motivos.

Ocorre que, al??m das d??vidas para que lado decidir?? o STF, o mesmo estar?? empenhado com o julgamento do Mensal??o.

O mais grave, ?? que a opini??o p??blica, ou est?? anestesiada, sentindo-se impotente ante o despotismo deste governo, ou n??o acredita que tais leis florestais venham a pegar.

Em discuss??o, em uma roda de amigos ligados ?? agropecu??ria, notar isto: alguns acreditam que o Estado n??o ter?? como fiscalizar tantas normas em todo o territ??rio nacional; outros acham que os governadores dos Estados, especialmente do Sul, Sudeste e Leste, os que ter??o a sua produ????o agropecu??ria mais afetada, se insurgir??o contra tais medidas, obrigando o governo federal a rev??-las; outros ainda que, ante a falta de alimentos que decorrer??, o governo federal, sensibilizado, voltar?? atr??s na sua sanha.

Desconhecem, estes ing??nuos, que para os comunistas o sacrif??cio que impostos aos outros, desde que ??teis ?? sua Revolu????o, s??o considerados como leg??timos.

Assim foi na R??ssia em que, al??m dos milhares de camponeses mortos pela Guarda Vermelha de Trotsky, mais de 20 milh??es morreram de fome pela escassez dos alimentos. Milh??es de mortes tamb??m ocorreram na China, Laos e por todas as na????es por eles dominadas.

Infelizmente, a m??dia, grandemente infiltrada de esquerdistas, ou cooptada pelas benesses do governo, via Estatais, ou com outros interesses, praticamente pouco explorou o assunto em seus notici??rios, deixando grande parte da popula????o alheia a t??o grave problema.

Se n??o houver uma grande mobiliza????o popular junto ao Congresso Nacional, que tem as suas casas chefiadas por prepostos deste (des)governo, n??o vejo outra sa??da que pedir a Deus que de n??s se apiede.

Ralph