Matérias em Destaque

Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista,... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=olvwMBxeUU8 Nunes Marques interrompe, mediante pedido de vista, as principais ações antiarmas em curso no STF

Leia mais...

Mais um projeto de lei equivocado para modificar o... Pela Legitima Defesa Cel. Paes de lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=tSzpv6N5ui8

Leia mais...

Idoso defende o lar e repele roubo. Enquanto isso,... PLD em foco Cel. Pes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=OP81V6lfdCQ

Leia mais...

Entram em vigor (ou não!?) novos decretos regulamentadores... Pela Legitima Defesa em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.pelalegitimadefesa.org.br/npld/

Leia mais...

Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne:... PLD em Foco Cel. Paes de Lira comenta https://www.youtube.com/watch?v=hQLuF6YRL4I Voto de semideus não surpreende, embora nos indigne: é o mecanismo de anulação do Executivo em ação

Leia mais...

  • Anterior
  • Proximo

MA???? ENVENENADA

Publicado em: 30-09-2017 | Por: bidueira | Em: CHINA, DIREITO DE PROPRIEDADE, Pol??tica Internacional, Seguran??a P??blica, SITUA????O NACIONAL

0

Ma???? envenenada

P??ricles Capanema

Ma???? ?? ??timo.??A apple a day keeps the doctor away, garante velho brocardo ingl??s. Se podre, pode intoxicar, at?? matar. Vou falar sobre leil??o de privatiza????o, realizado na Brasil, Bolsa, Balc??o (B3) em S??o Paulo. Dele se gabou o presidente Michel Temer no twitter (27 de setembro): ???N??s resgatamos definitivamente a confian??a do mundo no Brasil. Leil??o das usinas da Cemig rendeu R$12,13 bilh??es, acima das expectativas do mercado???.

N??o vejo motivos para gabolices. Podem ser passos rumo ao abismo. Privatiza????o? O governo passou ?? iniciativa privada (iniciativa privada?) quatro usinas da CEMIG (Companhia Energ??tica de Minas). S??o concess??es por 30 anos, prorrog??veis. Com isso, a estatal mineira perdeu 36% de sua capacidade de gera????o.

A maior delas, a usina S??o Sim??o, tem pot??ncia instalada de 1.710 megawatts (58% do total oferecido). A seguir, a Jaguara, 424 (15%), a Miranda, 408 (14%), finalmente a Volta Grande, 380 megawatts (13%).?? O maior lance, natural, foi para a Usina de S??o Sim??o, 7,2 bilh??es de reais, ??gio de 6,51%. Arrematou-a o grupo chin??s SPIC Pacific Energy, estatal, tem 140 mil empregados. Lembro o ??bvio: ?? dirigido pelo governo e Partido Comunista Chin??s. Num s?? lance, o Partido Comunista chin??s passou a controlar 21% da anterior capacidade de gera????o da CEMIG. N??o pode ser diferente, o grupo SPIC vai atuar no Brasil em conson??ncia com os interesses do governo e do Partido Comunista da China.

Todos est??o enxergando, o setor el??trico no Brasil, sob sil??ncio pesado, vai caindo no colo dos comunistas chineses (n??o s?? o setor el??trico, os tent??culos v??o bem al??m dele). Voz isolada, mais de um ano atr??s, a jornalista Maria Lu??za Filgueiras, na Exame, alertou: ???A bagun??a causada pelo governo Dilma e a crise da Lava-Jato est??o entregando, de m??o beijada, o setor el??trico brasileiro para um grupo de estatais chinesas???.

Em geral, a investida do comunismo chin??s sobre setores da infraestrutura brasileira vem sendo acobertada entre n??s por um mantra: aplica????es de investidores estrangeiros. Pululam na imprensa manchetes sobre tais aplica????es. Soa simp??tico. ?? vera, age como bruxedo aliciador e embusteiro por ocultar cavilosamente ponto essencial: o poder na China ?? imperialista, totalit??rio, coletivista e ateu. Pelo menos em uma coisa somos campe??es, no emprego de eufemismos irrespons??veis e covardes.

A Jaguara foi arrematada pelo Cons??rcio??Engie Brasil Energia S.A e Engie Brasil Energia Comercializadora,??2,2 bilh??es de reais, ??gio de 14%. A Engie ?? um conglomerado franc??s. Segundo o site do grupo, 28,65% do seu capital pertence ao Estado, que tem 36,68% dos votos. ?? acionista determinante, informa a imprensa francesa. A Miranda tamb??m foi arrematada pela Engie, 1,4 bilh??o de reais, ??gio de 22%.

A Volta Grande, por 1,4 bilh??o de reais, ??gio de 10%, ficou com a Enel, italiana, da qual o Minist??rio da Economia e Finan??as det??m 21% das a????es.

Continuo no setor el??trico. Wilson Ferreira Junior, presidente da Eletrobras, especializada desde d??cadas em dar preju??zos amaz??nicos aos contribuintes brasileiros, foco do pr??ximo esc??ndalo (o eletrol??o, se come??arem a investigar o setor) anuncia en??rgicos planos de recupera????o. A estatal que, al??m dos preju??zos estratosf??ricos, gera mais de 30% da eletricidade no Brasil e det??m 47% de sua rede de distribui????o est?? agora combatendo a elefant??ase que a acomete desde o nascimento, mais de 50 anos atr??s. Cortou 700 cargos de gerentes (com isso melhorou a ger??ncia da empresa). Tinha 11 softwares de gest??o, vai reduzir a um. Avisa Ferreira J??nior: ???Para a contrata????o do sistema operacional ??nico, n??s levamos oito meses, enquanto uma empresa privada faz isso em dois???. Vai adiante: ???Vendemos a Celg com 28% de ??gio e as outras seis empresas de distribui????o ser??o vendidas at?? o fim do ano. E temos 74 sociedades de prop??sito especifico ?? venda, sendo que 58 delas s??o de energia e??lica, e o restante, de transmiss??o. As vendas v??o fazer com que a d??vida da Eletrobras caia 6 bilh??es de reais, para 17 bilh??es???. Sobre as distribuidoras constatou: ???Geram preju??zos, empregam 6 mil pessoas???. Imagina o futuro: ???A Eletrobras ?? uma holding que tem quatro ativos principais: Furnas, Chesf, Eletronorte e Eletrosul. Acredito na transforma????o da Eletrobras numa empresa brasileira como a Embraer. O governo n??o seria mais o controlador???. Alerto agora eu: com base no que vem acontecendo: a China comunista vai ficar com parte importante desses ativos.

A privatiza????o de si ?? ??tima: traz racionalidade de custos, produtividade, competitividade, melhores servi??os aos usu??rios. Diminui o poder do Estado sobre o cidad??o, acaba com rombos or??ament??rios que pesam no cangote do contribuinte. Permite que o dinheiro p??blico poupado da inefici??ncia, gastan??a e corrup????o seja empregado em escolas, postos de sa??de, tanta coisa mais. Ainda lembro, aumenta riquezas, gera renda, cria empregos. Bastaria o exemplo do setor da telefonia no Brasil. Nada disso coloco em tela de ju??zo. E nem proponho pol??ticas nacionalistas, reservas de mercados, fechamentos ao capital estrangeiro.

S?? destaco o ??bvio ululante: inscientes (o m??nimo), estamos criando grav??ssimo problema de seguran??a nacional com a entrega a pot??ncias estrangeiras, mais especificamente, ao comunismo chin??s, de setores-chave da economia nacional, em geral infraestrutura. Seguran??a nacional ?? irm?? g??mea de independ??ncia nacional.

Todos est??o vendo, cada vez mais a China hoje se ergue como o grande advers??rio dos Estados Unidos e o Brasil, se n??o acordar, caminha para ser pe??o chin??s desse jogo. Coerentemente, tamb??m n??o vejo com tranquilidade estatais de outros pa??ses gerindo parte importante da riqueza nacional. Elas s??o instrumentos de governos, que v??o e v??m segundo eleitorados inst??veis. Privatizar deveria significar o que ??: entrada do capital privado, nacional ou estrangeiro, em setores antes controlados pelo Estado.

Estamos diante de indiferen??a suicida, anestesiadas misteriosamente as fibras do patriotismo e da religi??o. Em 1453 caiu Constantinopla. Ainda havia resist??ncia na cidade sitiada, mas, dizem historiadores, os bizantinos por descuido deixaram semiaberta o port??o da muralha noroeste. Por l?? entrou destacamento otomano e decidiu a batalha. Temamos port??es deixados abertos por descuidos, otimismos e superficialidades.

 

Os comentários estão fechados.